MENU

Hopi hari passará por perícia após acidente com morte de jovem

Parque passará por perícia após acidente com morte de jovem

Atualizado: Segunda-feira, 27 Fevereiro de 2012 as 11:40

Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil de Campinas vai fazer a perícia no brinquedo La Tour Eiffel, do parque de diversões Hopi Hari, em Vinhedo, no interior de São Paulo, no início da tarde desta segunda-feira (27), para investigar as causas da morte da adolescente Gabriela Yukari Nichimura, de 14 anos, após uma queda do equipamento, na sexta-feira (24).

O delegado titular da Delegacia de Vinhedo, Álvaro Santucci Noventa Junior, e representantes do Ministério Público vão acompanhar o trabalho da perícia. O Hopi Hari fecha ao público às segundas-feiras e, apesar de ter fechado cerca de duas horas após o acidente, abriu normalmente no final de semana.

O delegado disse que vai começar a ouvir testemunhas da morte da adolescente nesta terça-feira. Três testemunhas prestaram depoimento na tarde de sexta-feira (24), entre elas a auxiliar de escritório Cátia Damasceno, que contou que o dispositivo de segurança da atração La Tour Eiffel abriu na descida.

"No primeiro 'tranco' da descida, eu vi a trava do assento dela abrir. Só a trava dela abriu', conta a testemunha. "Depois disso, o corpo dela foi lançado para o chão", completou Cátia. Noventa Junior informou que o prazo de 30 dias para concluir as investigações deve ser estendido. Noventa Junior informou que o prazo de 30 dias para concluir as investigações deve ser estendido.

Gabriela estava com os pais no parque, quando caiu do brinquedo, a cerca de 25 metros de altura.

A morte da garota foi confirmada pelo Hospital Paulo Sacramento, da cidade de Jundiaí, na mesma região.

Em entrevista ao Fantástico na tarde de domingo (26), em Guarulhos, na Grande São Paulo, a mãe da garota, Silmara Aparecida Nichimura, disse ter notado a ausência de um fecho no assento do brinquedo em que a adolescente estava.

O laudo da morte da jovem aponta que ela sofreu politraumatismo severo, segundo o documento assinado pelo legista Lamartine Pedretti Junior, do Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí. O corpo da adolescente foi enterrado em Guarulhos, no sábado (25).

Em nota, o Hopi Hari lamentou o acidente e informou que “está prestando toda a assistência à família da vítima e apoiando os órgãos responsáveis na investigação sobre as causas do acidente."

veja também