MENU

Ibama monta força-tarefa para combater incêndios em Rondônia

Ibama monta força-tarefa para combater incêndios em Rondônia

Atualizado: Terça-feira, 24 Agosto de 2010 as 1:22

Várias áreas de reserva de Rondônia estão ameaçadas pelo fogo. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) montou uma força-tarefa para conter o avanço das chamas.

Em Cujubim, é possível ver a fumaça de longe. A nuvem esbranquiçada está por toda parte. Sinal de mais focos de calor.

O comitê estadual, formado por quase 30 instituições, parte para o combate às chamas. Na região, o fogo atinge cerca de cinco reservas florestais no estado. A preocupação do Ibama é de que os focos de incêndio cheguem à reserva extrativista Rio Preto-Jacundá.

A base operacional do PrevFogo, centro especializado de prevenção e combate a incêndios, está montada numa propriedade rural desde a semana passada. Cerca de 120 homens e mulheres estão acampados. Os brigadistas usam abafadores de borracha e bombas d’água para enfrentar o fogo. A vegetação seca vira combustível para o fogo, que avança rapidamente. A preocupação dos órgãos ambientais é que os incêndios destruam áreas de reserva legal em propriedades particulares e de preservação permanente, como as margens de rios e igarapés.

“Ele ameaça todas as reservas extrativistas da região. Inclusive, está dentro de algumas delas já”, diz o coordenador estadual do PrevFogo, Roberto Fernandes Abreu.

Ajuda

Dois helicópteros do Paraná chegaram para ajudar os brigadistas. As aeronaves foram alugadas pelo Ibama e possuem uma espécie de bolsa que armazena água retirada dos igarapés e, em seguida, é usada para apagar as chamas.

Do alto, é possível ver o estrago causado ao meio ambiente. Andorinhas e gaviões tentam escapar do fogo.

“Mais uma vez a gente apela: parem de botar fogo, porque não é fácil apagar isso dentro da floresta. O esforço que está sendo feito aqui para tentar evitar que [o incêndio] atinja os remanescentes de floresta é muito grande”, afirma o superintendente do Ibama-RO, César Luiz Guimarães.

Brigadistas de outros estados devem chegar a Rondônia, nos próximos dias, para ajudar no combate ao fogo.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também