MENU

Ibope diz que Tião Viana é o favorito no Acre. Oposição contesta

Ibope diz que Tião Viana é o favorito no Acre. Oposição contesta

Atualizado: Quarta-feira, 21 Julho de 2010 as 9:24

O Ibope divulgou nesta segunda-feira, 19, pesquisa de intenção de voto do acreano para as eleições de outubro. De acordo com o instituto, Tião Viana (PT) seria eleito governador com 63% dos votos, enquanto Tião Bocalom (PSDB) ficaria com 18% e Antônio Gouveia (PRTB), o “Tijolinho”, teria 2%. Os votos brancos e nulos totalizam 4%. Os indecisos somam 13%.

Para Senado da República, o ex-governador do Acre, Jorge Viana (PT), teria 67% dos votos. Para a segunda vaga, aparecem em empate técnico o deputado federal Sérgio Oliveira (PMN) e o deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB). Oliveira tem 31% das intenções de voto, Magalhães, 27%. João Correia (PMDB) aparece com 11%.

Para a Presidência da República, a pesquisa aponta a vitória de José Serra (PSDB) no Acre. O candidato tucano teria 39% dos votos, seguido pela candidata do PV, Marina Silva, com 29% e Dilma Rousseff (PT) teria 16% dos votos. Os eleitores que declararam votar em branco ou nulo são 4% e os indecisos correspondem a 9%.

Na manhã desta terça-feira, 20, a direção do PSDB no Acre divulgou nota classificando a pesquisa de “tendenciosa e encomendada por instituições oficiosas, como a Federação da Indústria do Estado, cujo presidente Francisco Salomão já declarou, através da imprensa local, sua preferência partidária para o pleito deste ano”.

Ainda de acordo com a nota,“o fato dessa recente pesquisa divulgada pelo Ibope revelar a dianteira do nosso candidato à presidente José Serra com 39%, contra 29% de Marina Silva (PV) e 16 de Dilma Rousseff (PT) denuncia a necessidade do Instituto de buscar dar confiabilidade aos demais resultados divulgados de forma manipulada.”

Através de sua assessoria, o senador Tião Viana informou que os dados são reais e demonstram a verdadeira vontade do eleitor acreano. “Desqualificá-la é tática de quem não tem voto e está preocupado com o resultado das urnas em outubro”, afirmou. A pesquisa foi encomendada ao Ibope pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac) e realizada entre os dias 12 e 14 de julho de 2010, com 602 entrevistas em todo o Estado.

O presidente da Fieac, João Francisco Salomão, divulgou nota afirmando que “a Federação das Indústrias do Estado do Acre contratou o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) por ser uma empresa de credibilidade nacional. Portanto, sermos acusados de tamanha leviandade é, no mínimo, questionável”.

veja também