MENU

Idoso de 118 anos revela segredos da longevidade em Petrolina de Goiás

Idoso de 118 anos revela segredos da longevidade em Petrolina de Goiás

Atualizado: Segunda-feira, 15 Agosto de 2011 as 1:58

Um morador de Petrolina de Goiás, a 77 quilômetros de Goiânia, pode ser considerado um dos homens mais velhos do mundo. Nascido em 1893, na cidade de Itauna (MG), Augusto Guilherme de Cunha, conhecido como Augustinho, completou em maio, deste ano, 118 anos.

O aposentado casou-se duas vezes, teve oito filhos e 15 netos. O curioso é que em seus dois casamentos as esposas de Augustinho tinham o mesmo nome e, para evitar confusões, o cartório que registrou a união exigiu que a segunda mulher trocasse o nome. Faz sete anos que o aposentado ficou viúvo da segunda esposa e, até hoje, se lembra das mulheres com emoção: “Todas as duas me valeram demais”, lembra.

Em um aparelho de rádio a pilha, Augustinho escuta a novena todas as terças-feiras e, segundo ele, a fé o livrou de muitos vícios no passado. “Deus pai tem misericórdia de mim e me faça desistir do cigarro e das bebidas que estão me fazendo mal. Então, desfez tudo”, conta.

Todos os dias às 7h da manhã, o aposentado faz caminhada sozinho para aproveitar que o tempo está mais fresco. Ele também não toma refrigerante e come somente comida natural, sem conservantes.

Augustinho mora, atualmente, com uma das filhas que o ajuda na alimentação e medicamentos e que confirma a fama de pai “coruja”: “Ele é muito exigente com as coisas. Ele tem ciúmes da gente e acha que nós nunca crescemos”, afirma.

Segundo o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), existem na região, mais três pessoas com mais de cem anos. Uma em Pirenópolis, um morador de Goianápolis e outro de Anápoils.            

veja também