MENU

Igrejas investem em segurança para evitar assaltos no interior de SP

Igrejas investem em segurança para evitar assaltos no interior de SP

Atualizado: Quarta-feira, 7 Julho de 2010 as 11:54

A audácia dos criminosos não tem limites. Agora até as igrejas estão sendo alvos de assaltos na região de São José do Rio Preto, a 438 km da capital paulista. Para evitar esse tipo de crime, os padres estão tendo que investir em equipamentos de segurança - um dinheiro que podia ser empregado em obras assistenciais ou revertido para a comunidade.

Objetos de valor que decoram o altar, equipamentos de som ou imagens de santos. Em dois anos, uma igreja de Araçatuba foi invadida seis vezes. Na última, os bandidos entraram na casa paroquial, reviraram a cozinha e levaram botijões de gás e cestas básicas. Até tentaram quebrar os vidros da igreja, mas não conseguiram.

Os fiéis e o padre estão assustados. O padre mandou instalar alarme e espalhou sensores em todas as portas. Ele gastou cerca de R$ 2 mil para colocar os equipamentos, que garantiram mais segurança nos horários em que a igreja fica fechada.

Vários casos de assaltos a igrejas já foram registrados na região. Em Bady Bassitt, o prejuízo foi grande: R$ 8 mil. Todos os aparelhos de som foram furtados. Em Severínia, dois homens armados entraram na casa paroquial em busca de dinheiro e não pouparam nem o padre, que acabou feito refém. Ele foi obrigado a entregar R$ 4 mil.

As igrejas estão se protegendo como podem. Os equipamentos de segurança passaram a ser prioridade. Em Rio Preto é difícil encontrar uma igreja que ainda não instalou alarmes e cerca elétrica. Em uma igreja da cidade, foram instaladas câmeras. Os aparelhos monitoram durante todo o tempo o entra e sai de fiéis. As imagens são gravadas em um computador. O investimento deu mais segurança para o local.

veja também