MENU

Imagens mostram atropelamento em 'pega' que deixou 2 feridos no Rio

Imagens mostram atropelamento em 'pega' que deixou 2 feridos no Rio

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 8:10

                                    Imagens mostram o momento em que um motorista atropela um grupo de pessoas durante um “pega” realizado na noite de domingo (23), na Praia da Brisa, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio. Duas pessoas ficaram feridas. Segundo a polícia, ele foi autuado por tentativa de homicídio. O flagrante foi exibido nesta segunda-feira (25) pelo Jornal Nacional. O motorista estava em um carro da empresa onde trabalha e foi espancado pela multidão ao tentar fugir.

Ao anoitecer, a rua sem saída do bairro de Guaratiba vira pista de corrida. As imagens mostram, ainda, os motoristas arrancando com o carro e rodando perigosamente perto de uma plateia numerosa. No vídeo, os carros sobem e descem a rua, fazem "cavalo de pau" e chegam bem perto das pessoas, entre elas muitas crianças.

A equipe da TV Globo flagrou um menor entrando num veículo, que vai para a pista e quase capota. O motorista suspeito tenta esconder a placa do carro da empresa, mas a proteção dura pouco tempo. O vídeo mostra o momento em que ele acelera mais uma vez, mas perde o controle da direção e atropela um grupo de pessoas.

Motorista tenta fugir e é espancado

Em seguida, a multidão cerca o carro. O motorista dá marcha ré para tentar fugir, e mais gente é atropelada. No acidente, um rapaz de 15 anos foi arrastado. O público que antes aplaudia agora agride o motorista. Desacordado, ele foi socorrido pelos bombeiros e removido na mesma ambulância do jovem que ele atropelou.

A vítima, Wesley da Silva, fraturou a mão e permanece internado no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, também na Zona Oeste. Já Lucas Ferreira, de 13 anos, escapou por pouco: “Só vi o carro vindo. Eu corri e deixei só a bicicleta”, disse ele.

Festival de pipas

As marcas de pneus no asfalto mostram a violência das freadas durante as manobras. Segundo os moradores, os “pegas” acontecem no local há pelo menos três anos. Eles dizem que os motoristas se reúnem sempre aos domingos, logo depois de um festival de pipas com dezenas de crianças. O endereço fica a apenas 350 metros de uma delegacia.

O motorista suspeito no atropelameto está preso e vai ser indiciado por tentativa de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

“Esse crime de participar do racha, que é previsto na legislação de trânsito, é um crime de menor potencial ofensivo, e que prevê uma pena muito branda. E já a tentativa de homicídio, a pessoa responde presa e nós entendemos que é uma pena que realmente faz com que a pessoa reflita para que não vá cometer este tipo de crime posteriormente”, disse o delegado Antônio Ricardo Nunes, responsável pelo caso.

De acordo com o representante da empresa em que o motorista trabalha, o funcionário, que estava de folga, será demitido. A empresa informou, ainda, que ele usou o carro irregularmente.              

veja também