MENU

Imagens podem ajudar a identificar suspeitos de matar bombeiro

Imagens podem ajudar a identificar suspeitos de matar bombeiro

Atualizado: Quarta-feira, 17 Agosto de 2011 as 11:25

A Polícia Civil vai usar imagens das câmeras de monitoramento do prédio onde morava o sargento dos bombeiros Renato Leite Barboza, de 37 anos, assassinado na noite desta terça-feira (16) durante uma tentativa de assalto, para tentar identificar os suspeitos do crime. Segundo o delegado Alessandro Neves Baroni, que registrou o caso no 27º Distrito Policial, no Campo Belo, Zona Sul de São Paulo, o prédio que fica em frente ao local do crime também tem imagens da ação. As gravações, entretanto, não são de boa qualidade e serão enviadas para a perícia.

O sargento foi morto com um tiro no peito na frente do prédio onde morava na região do Jabaquara. Ele havia acabado de parar o carro na rua após buscar uma pizza com os filhos gêmeos de 4 anos quando foi abordado pelos assaltantes. Ele reagiu e houve troca de tiros. Além do bombeiro, um dos criminosos e um zelador do prédio foram baleados. O suspeito permanece internado. O zelador foi atingido na perna e seria liberado do hospital nesta manhã. Além do suspeito baleado, outro foi preso.     “Vimos as imagens no prédio durante a madrugada, mas não dá para saber se será possível identificar os criminosos”, explicou o delegado. As gravações deveriam ser disponibilizadas para a polícia ainda nesta quarta-feira (17).

O carro no qual os criminosos estavam quando abordaram o sargento havia sido roubado cerca de dez minutos antes na mesma região. O proprietário do veículo reconheceu os dois homens detidos. “Ele contou que foi abordado por um carro com quatro indivíduos”, contou o delegado. Por isso, a polícia acredita que quatro homens participaram da ação contra o bombeiro – sendo que dois estão foragidos.            

veja também