MENU

Incêndio atinge ônibus em garagem de empresa na Zona Sul de SP

Incêndio atinge ônibus em garagem de empresa na Zona Sul de SP

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 8:09

Um incêndio atingiu ao menos cinco ônibus estacionados na garagem da Viação Itaim Paulista (VIP), na Estrada M’Boi Mirim, Parque do Lago, Zona Sul de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (18), informou um funcionário da empresa de transportes.   Seis equipes do Corpo de Bombeiros no local, combatendo as chamas - que começaram por volta de 1h30 - durante cerca de uma hora.

O incêndio não deixou feridos, informou o funcionário da empresa.

Segundo a empresa, um curto-circuito em um dos veículos pode ter começado o fogo, que depois se alastrou para outro ônibus. O bombeiros, porém, não têm informações sobre as causas do incêndio.

Cerca de 200 ônibus estavam na garagem no momento do acidente.

Paralisação

Por reajuste salarial e mais benefícios, motoristas de ônibus, cobradores e fiscais cruzaram os braços na tarde desta terça-feira (17). A partir de 12h, houve protestos em alguns pontos da cidade e ônibus deixaram de circular.

No final da noite e após uma reunião com os representantes das empresas de ônibus de São Paulo, o diretor do Sindicato dos Motoristas, Naílton Francisco de Souza, informou que a categoria recebeu uma proposta de 8% de reajuste salarial – o pedido deles é de 5% de aumento real mais correção de inflação.

Além disso, segundo o diretor, houve a sugestão por parte dos patrões de aumento no valor do vale-refeição e da participação dos lucros. “Foi uma surpresa. Vamos defender essas propostas e dizer que aceitamos na assembleia geral ”, afirmou Souza.

A primeira convocação da assembleia com os trabalhadores está prevista para ocorrer às 15h desta quarta.

Souza disse que a decisão de aceitar os benefícios vindos do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo, que representa o setor patronal, foi tomada após uma reunião só com a diretoria do Sindicato dos Motoristas. O encontro terminou por volta de 23h30. O G1          

veja também