MENU

Incêndio atinge Parque Nacional da Serra da Canastra em MG

Incêndio atinge Parque Nacional da Serra da Canastra em MG

Atualizado: Sexta-feira, 30 Setembro de 2011 as 11:15

Um incêndio está destruindo o Parque Nacional da Serra da Canastra, no Sul de Minas, já dura quatro dias. Nesta segunda-feira (30), quatro bombeiros e 50 brigadistas combatem o fogo. Segundo fiscal do parque Lourenço Lemos da Silva, o incêndio foi de origem criminosa. De acordo com o Corpo de Bombeiros, cerca de mil hectares já foram queimados. Nesta quinta-feira (29), 35 homens, entre brigadistas, funcionários do Instituto Chico Mendes e voluntários, ajudaram no combate.

Os lugares onde estão os focos são de difícil acesso e estão a 60 Km da sede do parque. Um helicóptero está sendo usado para que os brigadistas cheguem ao local, informou Loureço Silva. O helicóptero também é usado para auxiliar no combate as chamas, uma vez que consegue transportar 500 litros de água.

A coordenação do parque informou ainda que os focos próximos as nascentes do Rio São Francisco já foram controlados, mas que ainda há focos do outro lado da Serra.

Serra do Curral

Um incêndio voltou a atingir a Serra do Curral em Belo Horizonte nesta quinta-feira (29). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo durou cerca de cinco horas e ameaçou atingir casas do Aglomerado da Serra.

Ainda segundo os bombeiros, as chamas se espalharam rapidamente e foram enviados quatro viaturas e 18 homens para combater o fogo. O perigo de atingir as casas fez com que bombeiros trabalhassem até 23h para controlar o incêndio. Todos os focos foram controlados, de acordo com os bombeiros.

Nesta segunda-feira (26), outro incêndio na Serra do Curral foi extinto. Na terça-feira (27), o diretor da fundação, Homero Brasil Filho, informou que a área queimada foi de 40 hectares.   O trabalho de combate às chamas foi encerrado por volta das 22h desta segunda-feira (26), segundo o Corpo de Bombeiros. A destruição foi maior no Parque da Serra do Curral, onde 30 hectares de vegetação foram queimados, de acordo com Filho. Já no Parque das Mangabeiras, dez hectares foram destruídos, conforme balanço da fundação. Os parques têm área total de 40 e 232 hectares, respectivamente, e ficam lado a lado.          

veja também