MENU

Incêndio em prédio da UFRJ na Urca foi acidental, diz procuradoria

Incêndio em prédio da UFRJ na Urca foi acidental, diz procuradoria

Atualizado: Terça-feira, 4 Outubro de 2011 as 3:34

Incêndio atingiu telhado da capela no campus da

Praia Vermelha(Foto: Genilson Araújo / Parceiro /

Agência O Globo)

  O laudo de perícia criminal da Polícia Federal (PF) concluiu que o incêndio ocorrido na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no campus da Praia Vermelha, na Urca, na Zona Sul do Rio, foi acidental. A informação foi divulgada pela Procuradoria da República no Estado do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (4).

O fogo começou no telhado da capela , devido ao uso de um maçarico a gás por um funcionário da empresa que cuidava da reforma do local, em março deste ano, segundo o laudo.

Ainda de acordo com a procuradoria, o laudo concluiu que um funcionário da empresa da reforma causou o incêndio quando tentava reparar uma calha de cobre com um maçarico a gás. Segundo a perícia, havia um extintor de incêndio no local, porém, mal localizado e de pouco alcance. Além disso, a técnica utilizada foi equivocada, já que o maçarico a gás libera calor excessivo, podendo queimar materiais no entorno do local em que está sendo aplicado.

"Apesar de haver sido acidental, não está excluída a hipótese de ter havido crime de incêndio culposo ou de dano culposo ao patrimônio histórico, o que, no entanto, será mais bem avaliado quando a Polícia Federal concluir o inquérito", disse o procurador.

O procurador Fernando José Aguiar de Oliveira concedeu mais 90 dias de prazo à Polícia Federal para a conclusão das investigações. Ele ainda solicitou que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) avalie o prejuízo causado pelo incêndio e que a UFRJ forneça toda a documentação relativa ao serviço de restauração prestado pela empresa, que cuidava do local.        

veja também