MENU

Inglês anda 26 mil km pregando a preservação do meio ambiente

Inglês anda 26 mil km pregando a preservação do meio ambiente

Atualizado: Domingo, 27 Novembro de 2011 as 9:36

Inglês Martin Hutchinson diz que o mundo é sua casa e seu amigo (Foto: Aliny Mary Dias/G1 MS) Há cinco anos e três meses utilizando os pés como único meio de transporte, o ex-bombeiro e ecologista Martin Hutchinson, de 50 anos, já andou mais de 26 mil quilômetros pregando o fim do consumismo e a preservação do meio ambiente. Antes de partir para a viagem, Martin trabalhou como bombeiro durante 15 anos para juntar dinheiro e custear a aventura. Na última semana ele passou por Campo Grande, cumprindo mais uma etapa do caminho. “O mundo é minha casa e meu amigo. Eu faço isso para mostrar para as pessoas que elas não precisam viver comprando tantas coisas. Quanto mais a gente consome, mais o meio ambiente sofre”, diz o ecologista, que saiu de Manchester, na Inglaterra.

Hutchinson vive há mais de cinco anos com uma mochila nas costas, três camisetas, duas calças, três pares de meia e alguns aparatos para cozinhar. O homem decidiu caminhar pelo mundo para conhecer os diferentes lugares do planeta e mostrar para as pessoas a importância do meio ambiente. “A experiência só vem com o sacrifício. Andando eu fico calmo e tenho tempo para pensar na vida. As pessoas fazem tudo correndo e nem percebem natureza bonita que existe fora de casa”.

Em cada cidade que chega o inglês procura algum quartel do Corpo de Bombeiros para tomar banho e dormir. Escolas e postos da polícia também são opções de estadias provisórias. O homem já visitou mais de 21 paísesurante. Entre eles estão México, Austrália, Filipinas, Tailândia, Bangladesh, Argentina, Bolívia, Panamá e Suriname.

Martin diz que apesar de gasto, tênis ainda está

bom para andar (Foto: Aliny Mary Dias/G1 MS) Mais de 27 pares de tênis já foram usados pelo andarilho durante a viagem. Ele conta que o último "durou" mais de 5 mil quilômetros de estrada. “Se esse tênis está bom e serve para eu andar, por que eu deveria comprar outro? Eu só gasto o suficiente para comer e comprar outro tênis quando esse não dá mais para usar”.

Não ao consumismo

Trabalhando durante 15 anos como bombeiro, Hutchinson juntou dinheiro para realizar o sonho de conhecer o mundo. O  ecologista depositava todos os salários que recebia em uma conta corrente. Ele utiliza o valor para sobreviver durante as aventuras da viagem "Eu tenho um cartão que posso sacar dinheiro no mundo todo, durante esses cinco anos eu gastei só 3 mil dólares”.

Martin Hutchinson mostra recordações dos lugares

por onde passou (Foto: Aliny Mary Dias/G1 MS) Para o aventureiro, nas crianças está a esperança de mudança para o futuro. Nas cidade onde chega, Hutchinson sempre procura alguma escola para oferecer palestras sobre a preservação do meio ambiente. “Com a tecnologia, as crianças só querem os aparelhos novos e não percebem o impacto disso para o meio ambiente”.

Destino

Um apaixonado confesso pelo Brasil, o inglês conta que depois de Campo Grande, o próximo destino será a cidade de Corumbá, distante 444 quilômetros da capital. Depois da cidade branca, a Bolívia será o próximo país a receber o ecologista. “Eu não tenho mapa e nem destino certo par onde vou. Sempre olho pro sol e sei que lá é o norte, vou seguindo as estrelas e andando, alguma hora chego em uma cidade ou comunidade”.            

veja também