MENU

Inspeção final das balsas do réveillon acontece nesta quinta

Inspeção final das balsas do réveillon acontece nesta quinta

Atualizado: Quinta-feira, 30 Dezembro de 2010 as 2:29

A Capitania dos Portos realiza desde o início da manhã desta quinta-feira (30) inspeções nas embarcações que vão participar da queima de fogos no dia 31 de dezembro nas praias de Copacabana, Flamengo e Icaraí, no Rio de Janeiro. A vistoria acontece em um estaleiro na Praia da Ribeira, na Ilha do Governador, e também em Niterói, na Região Metropolitana.

“Já vistoriamos oitos balsas, e são onze no total de Copacabana. Até o fim do dia vamos finalizar tudo. Até o momento, todas as inspecionadas estão ok. É só esperar pela festa”, garantiu o comandante Walter Eduardo Bombarda.

De acordo com o comandante, as inspeções estão sendo realizadas desde 21 de dezembro e esta quinta-feira é o último dia. Durante a vistoria, são observadas a integridade estrutural das embarcações.

Segundo a organizadora do evento em Copacabana, Vivian Pires, cada balsa possui 2.250 bombas, o que vai proporcionar um show pirotécnico de 16 a 20 minutos. “As bombas são espanholas e estão prontas para garantir o espetáculo. Ontem (dia 29) o Corpo de Bombeiros e esteve aqui e vistoriou tudo também”, disse.

Balsas serão deslocadas às 5h

Todas as balsas começarão a ser deslocadas para seus destinos a partir das 5h da manhã de sexta-feira (31). Até as 14h, segundo a Capitania dos Portos, elas estarão devidamente posicionadas.

De acordo com os organizadores, o comando para que as bombas sejam disparadas é feito por ondas de rádio. No entanto, caso seja necessário, esse disparo também pode ser feito manualmente. "Os disparos são feitos a partir de ondas de rádios. Mas claro que temos um plano b, e se alguma coisa falhar, disparamos os fogos manualmente", acrescentou Vivian.

Por norma da Capitania dos Portos, todas as balsas devem estar a pelo menos 400 metros de distância da beira do mar.

Operação réveillon

Cerca de 180 militares e 14 embarcações, com apoio de um helicóptero e dois navios, irão participar da Operação Réveillon. A ação tem objetivo de garantir a segurança da navegação durante a queima de fogos no dia 31 de dezembro.

Haverá também a verificação de itens de segurança e a lotação de todas as embarcações e inspeção naval nas embarcações de transporte de passageiros (turismo), que ficarão próximas as áreas de queima de fogos. Os navios do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste irão delimitar as áreas de segurança para as balsas, verificando o posicionamento correto e afastamento da faixa de areia, além de delimitarem a área para as demais embarcações.

Fogos sincronizados com música

A grande novidade da tradicional queima de fogos no réveillon de Copacabana, no dia 31, é que o show de luzes no céu será sincronizado com uma trilha sonora especial.

“Logo em seguida à contagem regressiva, que também estará sendo pulsada pela iluminação, nós vamos ter os fogos piromusicados, que nunca teve na cidade no Rio de Janeiro”, afirmou o cenógrafo Abel Gomes, diretor artístico da festa da virada.

Além disso, segundo Abel, cinco minutos antes da virada haverá uma trilha para um show de luz e laser nos quatro palcos. O diretor adiantou o que o público verá nos 20 minutos de fogos. “O réveillon desse ano vai ser a década de ouro do Rio de Janeiro, então o que posso dizer agora é que eles vão ser divididos em 10 momentos, porque é a década de ouro. Vai ter um momento em que os fogos serão todos dourados”, contou ele.

A logomarca Rio 2016 que será lançada na noite do dia 31 será projetada em um telão de LED, com mais de 150 metros quadrados. Outros dois telões infláveis, com mais de 200 metros quadrados, surgirão no meio do público. Em seguida, será aberto o bandeirão de quatro mil metros quadrados.

Prefeitura afirma que haverá mais turistas do que o último réveillon

De acordo com a Secretaria Especial de Turismo (Riotur), o número de turistas no réveillon de Copacabana será maior do que o último ano. Quase 645 mil visitantes são esperados para o réveillon, sendo que 30% são estrangeiros. Um aumento de 20 mil turistas em relação ao ano passado.

veja também