MENU

Instrutores de rafting ajudam a resgatar moradores isolados no interior de SP

Instrutores de rafting ajudam a resgatar moradores isolados no interior de SP

Atualizado: Segunda-feira, 4 Janeiro de 2010 as 12

Acostumados a ver beleza e levar diversão a seus clientes, cerca de 50 instrutores de rafting começaram 2010 com uma atividade diferente em São Luis do Paraitinga, a 182 km de São Paulo: resgatar moradores ilhados na cidade devastada pela enchente. Nesta segunda-feira, dia 4, três dias após as fortes chuvas, eles continuavam com o trabalho de retirar moradores e de levar medicamentos e alimentos aos desabrigados. "Estou trabalhando hoje desde as 6h e vou ficar até a hora que precisar", contou o instrutor Fernando Almeida, de 28 anos, que trabalha há cerca de 10 na área.

"Em todas as enchentes mais leves, nós ajudamos, porque normalmente parentes e amigos são afetados. Mas dessa vez foi inacreditável", explicou o homem, que já estava na água quando o nível aumentou de forma anormal. "Tiramos muita gente, mas muita gente mesmo. Teve um casal de idosos que retiramos quando faltava um palmo para cobrir a porta. Estou desde sexta tirando pessoas de suas casas."

Segundo ele, no domingo, dia 3, a maior parte dos turistas já havia sido retirada. Além dos instrutores, diversos moradores estão trabalhando como voluntários –mesmo aqueles que foram afetados.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil da cidade, Jose Carlos Luzia Rodrigues, 4 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas. Destas, 200 estão em um alojamento da prefeitura. Segundo ele, o trabalho dos voluntários é fundamental. "Muitos funcionários da prefeitura também tiveram suas casas afetadas e estão preservando seu patrimônio", afirmou.

Por: Juliana Cardilli

veja também