MENU

Interior de SP ainda sofre com os estragos das chuvas

Interior de SP ainda sofre com os estragos das chuvas

Atualizado: Terça-feira, 14 Dezembro de 2010 as 9:18

As fortes chuvas e o vento provocaram estragos em cidades do interior de São Paulo, na tarde de segunda-feira (13). Em Ribeirão Preto, a 313 km da capital paulista, no campus da USP, o vento arrancou uma árvore, que despencou sobre um veículo. Na Avenida Francisco Junqueira, um galho caiu em cima de um carro. O impacto quebrou o retrovisor e amassou o paralamas.

Em Barretos, a 423 km de São Paulo, a chuva que durou cerca de meia hora provocou o transbordamento do Córrego do Aleixo. O tráfego ficou interrompido. Um carro foi arrastado pela correnteza, mas o motorista conseguiu sair a tempo.

Em São José do Rio Preto, 438 km da capital, o temporal começou no início da tarde e surpreendeu as pessoas que estavam no Centro da cidade. Vários pontos de alagamento complicaram o trânsito na Avenida Alberto Andaló. Alguns motoristas se arriscaram e atravessaram a enxurrada.

O vento forte provocou estragos em Campinas, a 93km de São Paulo. A estrutura metálica de uma concessionária desabou em cima dos carros que estavam no pátio. Um vidro de quatro metros de altura quebrou. Ninguém se feriu.

Em Jundiaí, a 58 km da capital, parte da cobertura de um terminal de ônibus foi arrancada pelo vento.

Em Sorocaba, o vento também derrubou várias árvores, algumas delas chegaram a boiar no rio Sorocaba, que subiu muito além do nível normal. No Jardim Leocádio, um morador registrou o momento em que o vento arrastou lixeiras e derrubou uma placa. Parte do telhado da Câmara Municipal foi arrancada. A chuva deixou muitas pessoas ilhadas na cidade e Polícia Militar teve que utilizar um helicóptero para resgatá-las.    

veja também