MENU

Internautas que votaram em "Nosso Lar" se revoltam com escolha de Lula para Oscar

Internautas que votaram em "Nosso Lar" se revoltam com escolha de Lula para Oscar

Atualizado: Segunda-feira, 27 Setembro de 2010 as 2:02

Os internautas que votaram no filme "Nosso Lar" para estar entre os candidatos ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em enquete promovida no site do Ministério da Cultura (MinC), demonstram revolta com a escolha de "Lula, o Filho do Brasil" no site da instituição.

A produção inspirada no espiritismo teve a preferência de 70% dos 127.749 votantes --contra 1% dos que desejavam indicar a biografia do presidente ao prêmio. A preferência popular, no entanto, não foi suficiente para comover a comissão julgadora, formada por representantes do MinC, da Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional de Cinema e da Academia Brasileira de Cinema.

"É um absurdo esta comissão utilizar-se de politicagem para eleger um filme que recebe 1% dos votos populares. Ficaremos mais um ano sem ganhar nada no Oscar, se é que o filme do nosso presidente será um dos finalistas, coisa que acho pouco provável!", comentou o Eduardo Kopp Vanuzzi no site do Minc.   Já o internauta Marcos Curvello disse achar que "se a votação no site do Ministério da Cultura não teve peso nenhum na escolha, nem precisavam ter colocado para saber o que o povo acha não dizem que a voz do povo é a voz de Deus?". Ricardo Bonetti sugeriu no site até mesmo entregar uma "estatueta simbólica" à equipe e ao diretor de "Nosso Lar", Wagner de Assis.

A indicação desta semana garante apenas a inscrição de "Lula, o Filho do Brasil" na disputa pela estatueta de Melhor Estrangeiro. Agora, a produção vai disputar com títulos de outros países uma das cinco indicações da Academia americana para a categoria. Os indicados serão conhecidos no dia 25 de janeiro e a noite de premiação está marcada para 27 de fevereiro.

O último filme nacional a concorrer indicação foi "Central do Brasil" (1998), de Walter Salles.

veja também