Já tinha perdido a esperança, diz peão que ganhou rodeio em Barretos

Já tinha perdido a esperança, diz peão que ganhou rodeio em Barretos

Atualizado: Terça-feira, 31 Agosto de 2010 as 8:14

Conquistar o título do rodeio internacional de montarias em touros em Barretos, a 423 km da capital paulista, foi uma surpresa para o peão Tiago Diogo de Faria, de 24 anos. Ele havia caído do animal em um dos dias da competição e acreditava não ter mais chances de levar para casa os US$ 100 mil. “Já tinha perdido a esperança porque nunca tinha ouvido falar de alguém que ganhou Barretos caindo de um boi”, afirma.

Mas uma sucessão de boas notas e a queda dos outros competidores fizeram com que ele alcançasse a primeira colocação. “Eu montei no meu boi sossegado [no domingo], não imaginava ser campeão”, conta. Dos 100 pontos possíveis em cada montaria, ele alcançou 90,75 na semifinal e 91 na final. No total, somou 356,50 pontos. Morador de Floreal, município localizado a 521 km da capital paulista, Tiago conta que foi recebido com festa na manhã desta segunda-feira (30). “A emoção é muito grande, deixa a gente sem palavras. É muito bom chegar na nossa cidade e ter gente nos recebendo, dando os parabéns”, afirma. Os pais souberam da vitória por amigos que moram na cidade, porque Tiago estava sem celular e não pôde avisar. “Eles estão mais emocionados do que eu.”

A vontade de ser peão de rodeios é antiga. “Quando eu tinha 5 anos, já falava para minha mãe que ia montar em boi”, conta. Tiago morou em fazendas até os 20 anos e agora vive com a família em uma casa na cidade. O peão conta que, inicialmente, os pais não apoiaram a decisão dele de competir em rodeios, tomada há pouco mais de três anos.

“Nenhum pai ou mãe quer ver o filho em cima de um boi. Mas faz algum tempo que eles me apóiam”, diz. O pai queria que o peão fizesse faculdade de enfermagem ou educação física. A preocupação da família se justifica pelas lesões que Tiago já sofreu em competições. Ele quebrou o braço e saiu inconsciente das arenas pelo menos cinco vezes por causa de pancadas. “A gente acostuma a fazer isso e não vê os riscos”, confessa.

Ser campeão de rodeios requer uma preparação física. A de Tiago Faria inclui pilates e outros exercícios para fortalecer as pernas. “Eu procuro focar bastante em exercício”, diz. Ele usa a fazenda de um amigo para os treinamentos nos animais.

O peão já havia vencido rodeios nos municípios de Fernandópolis, Monte Azul e Palestina. Mas ganhar a competição no maior rodeio da América Latina tem um peso diferente. “Para a gente, isso é uma coisa que muda muito, primeiramente pelo respeito dentro da profissão. Nós passamos a ser convidados [para outras competições]”, conta. Peão desacordado

Um susto marcou as finais da competição de montaria em touros neste domingo (29). Um dos favoritos ao título, o peão gaúcho Alex Trindade Nascimento, de 19 anos, bateu com a cabeça no touro e saiu desacordado. Ele foi levado para a Santa Casa do município.

Segundo a assessoria do hospital, ele foi avaliado pelo médico e passou por exames, que não apontaram nenhum problema. Já se sentindo melhor, Nascimento optou por ir embora, apesar da indicação de permanecer 12 horas em observação.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também