MENU

Jovem baleado é operado e segue estável na enfermaria, no Rio

Jovem baleado é operado e segue estável na enfermaria, no Rio

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 10:48

O adolescente , de 16 anos, ferido por uma bala perdida num tiroteio na noite de terça-feira (19), na favela da Cachoeirinha, no Lins de Vasconcelos, no subúrbio do Rio, passa bem. De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, o rapaz, que sofreu uma perfuração no intestino, foi operado e seu quadro clínico é estável. Ele está na enfermaria do Hospital Salgado Filho, no Méier, na Zona Norte, e não tem previsão de alta.

De acordo com o 3º BPM (Méier), policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT) reforçam o patrulhamento nos acessos à favela. Segundo o batalhão, a situação está tranquila na região, na manhã desta quarta-feira (20).

Desabafo da mãe do jovem

A mãe do adolescente desabafou, na entrada do hospital.

“Foi tiro, né? Agora não se sabe se foi da polícia, se foi de bandido. Isso é uma guerra que todas as mães vão chorar: mãe de policial, mãe de bandido, de gente que não é bandido. Vai chorar igual a mim. Meu filho não é envolvido em nada, não tem registro de nada, nunca fez nada de errado”, disse emocionada.

O confronto aconteceu durante uma operação da Polícia Civil na comunidade. Dois suspeitos de assaltar residências foram presos . A ação foi deflagrada por agentes da 9ª DP (Catete) e contou com o apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core). Em nota oficial, na terça-feira, a Polícia Civil informou que os agentes foram recebidos a tiros por traficantes quando tentavam entrar na comunidade. O confronto assustou moradores e motoristas que passavam pela região.

Durante a ação, os agentes da 9ª DP (Catete) prenderam dois suspeitos de assaltar residências das zonas Sul e Oeste do Rio. Segundo a Polícia Civil, eles foram presos em flagrante quando se passavam por funcionários de uma companhia telefônica . A dupla foi levada para a delegacia do Catete, onde o caso foi registrado.    

veja também