MENU

Jovem morre após ter corpo incendiado no Morro do Borel, no Rio

Jovem morre após ter corpo incendiado no Morro do Borel, no Rio

Atualizado: Terça-feira, 9 Agosto de 2011 as 1:49

Um homem foi preso em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, nesta terça (9), suspeito de agredir e queimar uma jovem de 21 anos em sua casa, no Morro do Borel, na Zona Norte do Rio. Ele é gerente da padaria onde a vítima trabalhava e responde a um processo por outra agressão contra a ex-companheira. De acordo com a polícia, o suspeito negou que tenha cometido o crime. A jovem, Maria de Fátima Iloia, ficou internada no Hospital do Andaraí, na Zona Norte da cidade, desde a última quinta-feira (4), mas não resistiu e morreu na segunda (8).

A família da jovem contou que Fátima estava sendo assediada e perseguida pelo homem. Fátima morava em uma casa no Borel com a irmã e o cunhado. Na hora do crime, os parentes estavam trabalhando. Ela teria sido surpreendida, segundo os familiares, quando estendia a roupa no varal.

“Ela contou que ele estava assediando, dando em cima dela e ela sempre fugindo da padaria. Mas ela não achava que ele poderia fazer alguma coisa”, contou o namorado de Fátima, Eliano Barbosa.

O suspeito teria agredido Fátima com um golpe na cabeça. Inconsciente, ela foi levada para dentro de casa. O suspeito, então, teria amarrado os pés e mãos da jovem, jogado álcool e ateado fogo no corpo dela. A jovem foi socorrida por vizinhos.

“O inspetor do hospital falou para mim que ele chegou para ele e perguntou ‘quem fez isso com você?’ e ela falou ‘foi o gerente da padaria onde eu trabalho’”, disse Maria Eliziana Iloa, irmã da vítima.          

veja também