MENU

Jovem presa por tráfico reconhece homem que a teria estuprado em MS

Jovem presa por tráfico reconhece homem que a teria estuprado em MS

Atualizado: Quinta-feira, 28 Julho de 2011 as 1:14

Um homem de 44 anos foi detido nesta quarta-feira (27), suspeito de abusar sexualmente de duas meninas de 9 e 7 anos, em Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande. Na delegacia, ele foi reconhecido por uma jovem de 18 anos, presa por tráfico, que afirmou que ele a estuprou quando ela tinha 11 anos. A polícia investiga ainda se ele abusou de duas enteadas e de outras crianças.

O delegado Cleverson Alves dos Santos disse que a mãe da menina de 9 anos foi até à polícia depois que a menina afirmou que o vizinho a estuprou. A garota foi atendida por psicóloga e contou que os abusos começaram há um ano e que já haviam acontecido de dez a 14 vezes. Segundo a criança, o suspeito ainda a ameaçava, dizendo que iria matar os pais dela, caso contasse alguma coisa.

Segundo o delegado, a prima da menina, de 7 anos, também teria sido abusada diversas vezes, desde o ano passado e que fazia ameaças de morte. A polícia pediu a prisão preventiva do suspeito, sendo deferido pela justiça de Chapadão do Sul, a 325 quilômetros de Campo Grande.

O mandado de prisão foi cumprido ontem. No mesmo dia, uma jovem de 18 anos, foi presa em flagrante por tráfico de drogas. As detenções aconteceram em horários próximos e a garota viu o suspeito na delegacia. Silva conta que a jovem reconheceu o homem de imediato, dizendo que foi estuprada por ele há sete anos. A moça fez relato parecido ao das meninas.

O delegado conta que o caso da jovem de 18 anos foi denunciado há sete anos, mas acabou sendo registrado como Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) de atentado violento ao pudor e acabou sendo arquivado, por falta de provas. Segundo a polícia, o homem nega as acusações.

Escola

As crianças disseram à polícia que o homem costumava segui-las nas ruas e ainda parava na porta da escola, oferecendo dinheiro a outras meninas. A polícia tenta identificar se ele também teria abusado de outras garotas. O suspeito trabalha como limpador de rua e tem dois filhos.          

veja também