MENU

Jovem que roubou ônibus no Rio será transferido para a Polinter

Jovem que roubou ônibus no Rio será transferido para a Polinter

Atualizado: Segunda-feira, 19 Setembro de 2011 as 11:40

O jovem de 24 anos, que no domingo (18)  foi preso após roubar um ônibus no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, e provocar uma série de acidentes na Zona Sul, será transferido ainda nesta segunda-feira (19) da 12ª DP (Copacabana) para a Polinter, onde aguardará uma vaga no sistema penitenciário. A informação é da assessoria da Polícia Civil, que explicou que o rapaz foi indiciado por furto qualificado, lesão corporal grave e leve e tentativa de homicídio. Há a possibilidade também de ele ser indiciado por dano doloso. O suspeito, segundo a polícia, já tem quatro passagens pela polícia: por injúria, violação de domicílio, dano e porte de drogas.

O roubo

Segundo a assessoria da Polícia Civil, o jovem tinha saído de uma festa a fantasia no domingo e estava vestido de policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope). No Terminal Alvorada, ele teria aproveitado que o ônibus estava com a chave na ignição para assumir o volante e sair em alta velocidade em direção à Zona Sul, dirigindo 23 km até a Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo. Ele provocou pelo menos oito acidentes no caminho, foi preso e levado para a 12ª DP (Copacabana). No caminho, ele admitiu estar errado, mas negou que tivesse sequestrado o veículo.

Carro atingido pelo ônibus roubado pelo suspeito

(Foto: Bernardo Tabak/G1)

  O rapaz, que afirmou ser estudante de direito, disse ainda ter sido vítima de agressões de policiais ao se entregar. "Olha a minha cara. Quando eles mandaram parar, eu parei, olha só a minha cara, olha o que eles fizeram comigo. Eu tô errado, mas eles estão mais porque me espancaram, eu fui espancado pela PM", disse o preso, ainda dentro da viatura policial. Procurada pelo G1 no domingo, a assessoria da Polícia Militar negou que agentes tenham agredido o rapaz e afirmou que ele estava machucado devido à sequência de colisões do ônibus.

Segundo o comandante do 23º BPM (Leblon), coronel Frederico Caldas, um motorista de táxi estranhou a movimentação do ônibus e chamou a polícia. "Ele estava visivelmente drogado, não estava armado e não atendeu aos chamados da polícia para parar. Os agentes só conseguiram pará-lo no final da Voluntários da Pátria", afirmou o comandante.

Ferido

A Secretaria municipal de Saúde informou que um homem de mais de 60 anos deu entrada no Hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul, após ficar ferido na ação. Ainda no domingo (18), ele foi transferido para um hospital particular não divulgado pela família. Segundo a Secretaria, ele tinha uma lesão na coluna com necessidade de cirurgia, embora não urgente, e um corte na cabeça.               

veja também