MENU

Juízes remarcam audiências que coincidem com jogos da Copa

Juízes remarcam audiências que coincidem com jogos da Copa

Atualizado: Segunda-feira, 17 Maio de 2010 as 12:07

Fóruns da capital e do interior de São Paulo mudam audiências para dias e horários que não coincidam com jogos da Copa do Mundo da África do Sul 2010, que vai de 11 de junho a 11 de julho.

O Tribunal de Justiça ainda não tem decisão sobre alterações no expediente, mas as comarcas se  antecipam. Em igrejas, os compromissos são marcados para dias ou horários alternativos. O maestro José Robson Ungaretti, que tocou em um casamento realizado uma hora depois de o Brasil perder para a França  em 2006 conta que a igreja ficou vazia durante o jogo e lotou quase instantaneamente após a partida.

Uma audiência de tentativa de conciliação que seria realizada dia 6 de julho no Fórum Regional do Tatuapé foi remarcada para dia 21 de julho.  "Melhor revendo os autos, considerando que a data agendada coincide com a Copa do Mundo, cancele-se a audiência marcada para dia 6. Convoco as partes para audiência que ora designo para o dia 21 de julho", despachou o juiz Fábio Rogério Bojo Pellegrino.

Em Cerquilho, cidade de 30 mil habitantes no interior do estado, o Juizado Especial Cível alterou datas de pelo menos duas audiências de instrução e julgamento marcadas para 15 de junho, dia em que o Brasil enfrenta a Coreia do Norte, foram remarcadas para o dia 14.

"Considerando a possibilidade de ser alterado pelo Tribunal de Justiça o expediente forense nos dias em que a seleção brasileira de futebol participar da Copa do Mundo, redesigno a audiência", despachou a juíza corregedora da comarca, Tatiane Moreira Lima.

Servidora da Justiça há 25 anos, a diretora da comarca de Cerquilho, Maria Aparecida Lorenzi, afirma que  a providência é comum em tempos de Copa do Mundo. "Na verdade temos uma pauta tranquila, então pudemos antecipar alguns compromissos e remarcar outros para outros dias. Se a gente não fizer isso, corre-se o risco de a audiência não ser realizada, ou porque o Tribunal de Justiça suspende o expediente ou porque as partes não comparecem", afirmou.

Noivos torcedores

Há 34 anos secretária da Paróquia Cristo Rei, uma das mais procuradas por noivas na Zona Leste de São Paulo, Cida Facco afirma que dificilmente ocorrem coincidências. "Nunca vi coincidir. Acho que os noivos torcedores se previnem", ironiza. Mas e se alguém marcar? "Se o fiel marcar, temos que fazer", complementa o secretário Fábio Alberto Cruz.

Até sexta-feira (14), a paróquia Cristo Rei tinha sete casamentos marcados para junho, todos aos sábados.  Para felicidade dos noivos, o Brasil vai jogar  na terça (15) contra a Coreia do Norte; no domingo (20) contra a Costa do Marfim; e na sexta (25) contra Portugal.

O maestro José Robson Ungaretti afirma que em 20 anos de experiência nunca viu mudança de compromisso por causa da Copa do Mundo. Ele conta inclusive que quando o Brasil foi derrotado nas quartas-de-final contra a França, em 2006, sua orquestra aguardava os noivos em uma catedral famosa da cidade para realizar o casamento. Ele lembra que o intervalo entre o horário do jogo e o início do casamento foi de uma hora e meia e os músicos levaram uma TV portátil para assistir ao jogo dentro da van da orquestra.

"Foi interessante porque durante o jogo a igreja ficou vazia e o trânsito estava supertranquilo. De repente, depois que o jogo acabou, a igreja ficou cheia. Todos os convidados chegaram de uma vez", afirmou. "Ficamos sabendo que a noiva viu o jogo no salão de beleza", diz ele. Para o maestro, o fato de o Brasil ter perdido não afetou o ânimo dos convidados. "Claro que quando vence o pessoal bebe um pouco mais", afirmou.

Por Roney Domingos

veja também