MENU

Juliana Paes será apresentada ao cinema internacional em 'Amor Por Acaso'

Juliana Paes será apresentada ao cinema internacional em 'Amor Por Acaso'

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 11:48

Num processo de 40 dias de filmagens, 'Amor Por Acaso' traz o estreante em direção de longa-metragem, Márcio Garcia, e, como protagonista, Juliana Paes, que investe na carreira internacional. Apesar de ausente durante a coletiva de imprensa para divulgação do filme, a morena foi alvo de elogios de todas as partes: de Garcia, ao companheiro de set Dean Cain (dizendo que ela é "um sonho") e o produtor-executivo Uri Singer, que aposta no talento da moça.

Desde a repercussão com o prêmio Emmy de Melhor Novela para Caminho das Índias (2009), Juliana tem um agente que tenta viabilizar trabalhos no exterior. A atriz chegou a ser convidada para o seriado Desperate Housewives, de acordo com Singer, mas recusou porque o contrato era de cinco anos, e ela não queria ficar tanto tempo fora do Brasil.

"Ela tem futuro no cinema", aposta Singer. O produtor revelou que, há um tempo, Juliana fez audição para um filme com Denzel Washington, mas não conseguiu o papel porque "já estava tudo combinado [sobre quem assumiria como atriz principal]". Apesar de arrancar risos com a sinceridade, Uri não quis dar mais detalhes sobre qual filme se referia.

NOVELA

O ator e diretor Márcio Garcia já conhece Juliana Paes e Rodrigo Lombardi de trabalhos anteriores nas telinhas. Juliana e Márcio atuaram em Celebridade (2003) e, com Lombardi, a morena trabalhou em Pé na Jaca (2006). Mas foi em 2009, protagonizando Caminho das Índias, que as afinidades do trio se estreitaram.

Além disso, foi de brincadeiras durante as gravações de Caminho das Índias que surgiu a ideia de que Bartolomeu, personagem de Lombardi em Amor Por Acaso, fosse gay. Segundo Garcia, o projeto inicial era que Bartolomeu fosse apenas um chefe chato, mas resolveu propor mudanças: "Rodrigo, por que não liberar aquela ‘biba’ que te acompanhava no Projac?" Negócio feito, eles criaram uma das poucas piadas do filme que dá certo.

ATOR E DIRETOR

Márcio Garcia contou que tinha, em Amor Por Acaso, um personagem: "Mas eu medrei". Ele comentou que, entre os projetos que tem em vista, há um no qual pretende atuar e dirigir, coisa que, até o momento, não se sentiu apto a fazer: "Confesso que já pensei várias vezes em quem poderia me substituir", brincou.

Garcia ainda declarou que pretende ganhar segurança antes de assumir o desafio: "Acho que preciso amadurecer mais, dirigir mais uns filmes e, então, realizar este projeto".

FINANCIAMENTO E LANÇAMENTO

Singer ressalta que Amor Por Acaso não recebeu financiamento vindo de leis de incentivo fiscal: "[O filme] foi feito com dinheiro de três patrocinadores e capital próprio." E quando questionado sobre o valor de custo da produção, ele apenas diz "foram uns bons investimentos".

Amor Por Acaso chega aos cinemas nesta sexta (10/12), com cerca de 80 a 100 cópias. O lançamento mundial está previsto para abril de 2011.

Por: Amanda Carvalho

veja também