Justiça adia decisão e RedeTV! segue proibida de citar filha de Xuxa

Justiça adia decisão e RedeTV! segue proibida de citar filha de Xuxa

Atualizado: Quinta-feira, 26 Agosto de 2010 as 9:14

Na tarde desta quarta-feira (25), o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) adiou a decisão sobre o recurso movido pela RedeTV! contra uma liminar concedida à apresentadora Xuxa Meneghel, que proíbe o programa "Pânico na TV" de citar o nome de sua filha Sasha.

O julgamento do recurso contra a liminar movido pela RedeTV! foi postergado após o desembargador José Carlos Varanda pedir vista sobre o caso. Os desembargadores Bernardo Moreira Grcez Neto e Pedro Saraiva Andrade Lemos votaram contra o recurso.

A audiência desta quarta revisaria a decisão do TJ-RJ, do ano passado, que proíbe não apenas o "Pânico" de se referir à Sasha Meneghel, mas todos as plataformas da RedeTV!.

A ação teria sido motivada após o humorístico da emissora ter satirizado Sasha em razão de um erro de português da garota, que escreveu a palavra cena com "s" em um post no Twitter.

veja também