MENU

Justiça afasta do cargo vereador suspeito de desvios em Guarapuava

Justiça afasta do cargo vereador suspeito de desvios em Guarapuava

Atualizado: Segunda-feira, 7 Novembro de 2011 as 2:52

A Justiça concedeu uma liminar que afasta o presidente da Câmara de Guarapuava, no Paraná, Ademir Strechar (PMDB), do cargo até o julgamento no Tribunal de Justiça do Estado. O mesmo texto suspende o pagamento de salários a um suposto funcionário fantasma da Casa. Cabe recurso.

A decisão foi publicada no último dia 4, depois de um pedido feito pelo Ministério Público. Strechar é suspeito de desviar dinheiro que devia servir para pagar assessores. Ele está preso da Delegacia de Polícia Civil, em Guarapuava.

Ao todo, seis vereadores e 17 funcionários são investigados.

A defesa disse ao G1 que ainda não foi notificada e que Strechar continua preso porque nenhum pedido de liberdade foi feito até o momento. As informações são do advogado Osmael Lysenko.      

veja também