MENU

Justiça barra candidatura de personagem do Mensalão do DEM

Justiça barra candidatura de personagem do Mensalão do DEM

Atualizado: Quinta-feira, 12 Agosto de 2010 as 1:35

Benício Tavares teve registro recusado por ter sido condenado, em 2008, por apropriação indébita de recursos Acusado de receber suposta propina no episódio conhecido como Mensalão do DEM, o deputado distrital Benício Tavares (PMDB) teve o registro de candidatura à reeleição negado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), com base na Lei da Ficha Limpa.

Por cinco votos a um, a Corte deferiu ontem a ação de impugnação proposta pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). O motivo do processo foi Tavares ter sido condenado, em 2008, por apropriação indébita de recursos de uma associação de auxílio a deficientes físicos, em Brasília.

O parlamentar também não obteve certidão de quitação eleitoral. Ex-presidente da Câmara Legislativa do DF, Tavares é investigado pela Polícia Federal por supostamente receber R$ 30 mil por mês no esquema de corrupção que teria sido montado no governo José Roberto Arruda (sem partido).

veja também