MENU

Justiça condena quatro envolvidos no vazamento do Enem em 2009

Justiça condena quatro envolvidos no vazamento do Enem em 2009

Atualizado: Quarta-feira, 17 Agosto de 2011 as 8:16

A Justiça Federal de São Paulo condenou nesta terça-feira (16) por corrupção passiva e violação de sigilo funcional quatro dos cinco envolvidos no furto e vazamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2009.

O vazamento causou o cancelamento da prova às vésperas da realização em 2009, prejudicou cerca de quatro milhões de inscritos e tumultuou todo o calendário de vestibulares do final de 2009 e início de 2010.

A prova foi cancelada na madrugada do dia 1º de outubro de 2009 pelo Ministério da Educação (MEC), após a divulgação de que havia sido furtada de uma gráfica em São Paulo e oferecida a uma repórter do jornal "O Estado de S. Paulo".

O gasto com a reimpressão das provas do Enem foi estimado em 30% do valor da licitação, que foi de R$ 148 milhões, segundo o MEC.          

veja também