MENU

Justiça decide que caso Mércia será julgado em Guarulhos SP

Justiça decide que caso Mércia será julgado em Guarulhos SP

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 12:59

O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu nesta quarta-feira que o julgamento dos acusados pelo assassinato da advogada Mércia Nakashima será em Guarulhos (Grande São Paulo), onde moram os réus.A defesa de Mizael Bispo de Souza --ex-namorado da advogada e um dos réus no processo-- havia pedido a transferência para Nazaré Paulista (64 km de São Paulo), porque um laudo apontou que a advogada morreu afogada em uma represa da cidade, onde seu corpo foi encontrado.

Inicialmente a Justiça tinha negado a transferência, mas a defesa recorreu. A decisão definitiva saiu nesta quarta, por dois votos a um, segundo a assessoria do TJ.

Além de Souza, também é réu no processo o vigia Evandro Bezerra da Silva. Ambos negam as acusações.

A audiência de instrução do processo, para ouvir testemunhas de defesa e acusação, aconteceu entre os dias 18 e 21 de outubro. Com a decisão de manter o caso em Guarulhos, o juiz Leandro Cano deve agora abrir prazo para as considerações finais de defesa e acusação, que devem durar de 10 a 20 dias. Então, o magistrado terá mais 10 dias para decidir se os réus irão a juri popular ou não.

CRIME

A advogada Mércia Nakashima desapareceu no dia 23 de maio. Seu carro foi encontrado na represa de Nazaré Paulista no dia 10 de junho, e seu corpo no dia seguinte.

Mizael é acusado de homicídio triplamente qualificado, mas desde o início das investigações nega qualquer envolvimento com o crime. O vigia Evandro Bezerra da Silva, acusado pela polícia de ajudar Mizael, foi denunciado por homicídio duplamente qualificado.

Silva chegou a falar, em depoimento à polícia, que combinou de ir buscar Mizael na represa de Nazaré Paulista no dia 23 de maio --data de desaparecimento de Mércia--, mas depois mudou a versão e negou envolvimento com o crime.    

veja também