MENU

Justiça deixa vereador cassado continuar no cargo em São Paulo

Justiça deixa vereador cassado continuar no cargo em São Paulo

Atualizado: Terça-feira, 20 Outubro de 2009 as 12

O juiz eleitoral Aloísio Sérgio Resende Silveira deu um fôlego para o vereador Abou Anni (PV) na tarde desta terça-feira (20) e concedeu a ele o direito de ficar no cargo até que o recurso apresentado contra a cassação de seu mandato seja julgado pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral). O advogado de Anni, Ricardo Vita Porto, disse que o efeito suspensivo deve ser estendido aos outros 12 vereadores da capital cassados ontem.

O juiz cassou os mandatos e os tornou inelegíveis por receberem nas eleições do ano passado doações supostamente irregulares da AIB (Associação Imobiliária Brasileira). De acordo coma decisão judicial, a entidade doou R$ 10,6 milhões para 46 vereadores e o prefeito reeleito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM). Essas contas de campanha eram questionadas pelo promotor Maurício Antonio Ribeiro Lopes.

O promotor denunciou o prefeito e mais 35 vereadores eleitos, só que, até agora, apenas 18 pessoas foram julgadas. Isso significa que mais 17 vereadores ainda podem perder o mandato além dos 13 que já foram cassados.

A reportagem do R7 entrou em contato com o prefeito e com todos os vereadores para saber o que eles pretendem fazer. A maioria dos vereadores disse, via assessoria de imprensa, que vai recorrer. A asssessoria de Kassab, por sua vez, não retornou o contato da redação até o momento.

veja também