Justiça libera exumação de corpos de meninas mortas na Grande SP

Justiça libera exumação de corpos de meninas mortas na Grande SP

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 2:41

  A Justiça liberou nesta quarta-feira (18) a exumação dos corpos das meninas Elaine Gomes da Cruz e Raizza Tavares, ambas de 13 anos, assassinadas em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. As meninas estavam desaparecidas desde 4 de maio e foram encontradas mortas no sábado (13).

A suspeita é que o namorado de Elaine as tenha matado porque desconfiava que a garota estava grávida. A polícia acredita que um amigo do garoto assistiu ao crime e nada fez para impedi-lo. Com a exumação, a polícia quer saber exatamente como as duas foram mortas. Exames necroscópicos inicialmente indicaram que elas foram afogadas.

Após o desaparecimento de Raizza e Elaine, os dois suspeitos, que são adolescentes, continuaram frequentando a escola normalmente. “Espanta todo o mundo. Isso poderia acontecer em qualquer local. Nós estamos vivendo uma época de violência. Todos estão muito tristes com tudo o que aconteceu. Tentando entrar em uma normalidade, seguir com as aulas e com a vida”, disse Tânia Cardamone, supervisora pedagógica da instituição de ensino.

Crime   Os dois adolescentes foram ouvidos pela polícia durante a madrugada desta quarta e passaram por exame de corpo de delito. Na terça-feira (17), eles voltaram ao local do crime para contar como tudo aconteceu. De acordo com a polícia, Elaine disse para o garoto com quem namorava que suspeitava estar grávida. Ele pediu para que ela fizesse um teste de farmácia e ela disse que levaria uma amiga.

O menor também levou um amigo e os quatro foram para um matagal perto da casa de Raizza. Os amigos do casal ficaram um pouco distante. Ainda segundo a polícia, o principal suspeito disse que afogou a namorada e Raizza. Os dois agora vão ser ouvidos durante a tarde pela promotoria da Vara da Infância e da Juventude.        

veja também