MENU

Justiça mantém decisão que suspendeu propaganda do PT-SP

Justiça mantém decisão que suspendeu propaganda do PT-SP

Atualizado: Quarta-feira, 24 Março de 2010 as 12

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo negou nesta terça-feira, dia 23, recurso do PT contra a decisão que suspendeu a propaganda do partido no Estado.

No dia 15 deste mês, o desembargador Alceu Penteado Navarro suspendeu as inserções do PT em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva enaltecia a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do partido à Presidência da República.

Nas peças, Lula diz que Dilma é "mineira'', mas tem "a cara e a alma'' de São Paulo. O juiz aceitou representação do PMDB e do PSDB, segundo a qual o programa partidário foi usado como propaganda eleitoral.

No dia seguinte dessa decisão, o desembargador Alceu Penteado Navarro tomou a mesma decisão sobre a presença do senador Aloizio Mercadante nas propagandas do partido.

Segundo a liminar, a propaganda do PT fere os limites da propaganda partidária gratuita por uma questão de promoção pessoal.

Na propaganda, Mercadante pede "uma chance" para o PT governar São Paulo após os 16 anos em que o Estado foi comandado pelo PSDB. O senador já foi definido como pré-candidato do partido ao governo.

A assessoria do partido afirmou que não irá se manifestar no momento sobre a decisão de ontem.

veja também