MENU

Justiça nega liberdade a suspeita de sedar bebês no RS

Justiça nega liberdade a suspeita de sedar bebês no RS

Atualizado: Quinta-feira, 19 Novembro de 2009 as 12

A Justiça negou, nesta quarta-feira (18), o pedido de relaxamento de prisão da técnica em enfermagem suspeita de aplicar doses de sedativos em 11 bebês em um hospital de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

O advogado Sérgio Assumpção disse ao G1 que pretende entrar com um pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul até a próxima segunda-feira (23).

''Não entramos no mérito se ela é inocente ou culpada, mas ressaltamos a ilegalidade da prisão. Mantê-la encarcerada é passar dos extremos. Ela pode responder esse processo em liberdade'', afirmou Assumpção.

A jovem de 25 anos foi presa na sexta-feira (13) e permanece no Presídio Feminino Madre Pelletier, em Porto Alegre.

Entre 5 e 13 de novembro, 11 bebês foram encaminhados para a UTI por apresentarem problemas respiratórios. Ela é suspeita de aplicar sedativo nas crianças.

A polícia já começou a ouvir os colegas da técnica em enfermagem. Também devem ser investigadas as mortes de recém-nascidos nos últimos dois anos no hospital.

veja também