MENU

Justiça ouve suspeito de agressão contra designer com taco de beisebol

Justiça ouve suspeito de agressão contra designer com taco de beisebol

Atualizado: Segunda-feira, 16 Agosto de 2010 as 3:42

Começou às 14h25 desta segunda-feira (16) a audiência em que o  personal trainer Alessandre Fernando Aleixo, de 38 anos, falará sobre a agressão contra o designer Henrique de Carvalho Pereira, de 21 anos, dentro de uma unidade da Livraria Cultura em São Paulo. A audiência ocorre na 1ª Vara do Júri, no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste da cidade. Preso em flagrante desde a data do crime, Aleixo responde por tentativa de homicídio agravada por ter impedido a defesa da vítima.

No dia 21 de dezembro de 2009, Aleixo entrou na livraria, na Avenida Paulista, com um taco de beisebol e acertou o designer pelas costas. O designer estava agachado, com um livro nas mãos, quando o agressor se aproximou em silêncio e o atacou com golpes na cabeça. Ele teve traumatismo craniano e, desde então, segue internado no Hospital das Clínicas (HC). Pereira passou por duas cirurgias na mesma noite da agressão e nunca mais acordou. “No início, ele reagia mais, mexia a mão quando pedíamos, se emocionava com músicas. De uns dois meses para cá, sinto ele mais distante. Mas as enfermeiras dizem que ele fica mais calminho quando estou lá”, diz a mãe da vítima, a professora Silvania de Carvalho Pereira, de 42 anos.

Uma testemunha presenciou a agressão e chamou um policial militar, que negociou a rendição do suspeito. Aleixo foi preso e encaminhado ao 78º Distrito Policial, nos Jardins. Esta foi a terceira vez que o personal trainer foi preso. Em 2007, ele foi processado por danos materiais. Em abril do ano passado, ele acabou detido após destruir, com um taco de beisebol, a vitrine de vidro da mesma loja. A ação assustou clientes e funcionários, mas ninguém ficou ferido. Na ocasião, ele foi liberado após assinar termo circunstanciado.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também