MENU

Kassab sanciona lei de incentivos fiscais para estádio do Corinthians

Kassab sanciona lei de incentivos fiscais para estádio do Corinthians

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2011 as 12:02

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, assinou nesta quarta-feira (20) a sanção ao projeto de lei que dá incentivos fiscais para a construção do estádio do Corinthians, provável palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, em Itaquera, na Zona Leste. O evento foi realizado no terreno que abrigará a arena e contou com a participação do governador paulista, Geraldo Alckmin, do ministro dos Esportes, Orlando Silva, e do presidente do Corinthians, Andrés Sanches.

O time receberá R$ 420 milhões em forma de incentivos fiscais. Esse valor não sairá diretamente dos cofres da Prefeitura. O dinheiro será repassado através dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs), que serão vendidos no mercado a qualquer empresa.     A assinatura do projeto ocorre em meio ao início da segunda fase das obras. Depois da terraplenagem, a empresa responsável deu início na quarta-feira passada aos serviços de perfuração do solo. A previsão de entrega do estádio é para dezembro de 2013. O projeto do estádio foi desenvolvido pelo Escritório Coutinho, Diegues, Cordeiro Arquitetura, e está completamente adequado ao caderno de encargos da Fifa. A nova arena terá capacidade para 65 mil pessoas.

Nesta terça-feira (19), o Corinthians anunciou que entrou em acordo com a Odebrecht sobre o valor da obra, fixado em R$ 820 milhões. O contrato entre clube e empresa ainda não foi assinado por causa de discussões pendentes sobre outras cláusulas. Ainda não há previsão para que o vínculo seja firmado.

Além dos R$ 420 milhões em incentivos fiscais, Corinthians e Odebrecht terão uma linha de crédito de R$ 400 milhões do BNDES. Parte desse empréstimo será quitado com a venda dos "naming rights", ou seja, o cluibe vai "alugar" o nome do estádio a uma empresa por um determinado período, como se costuma fazer na Europa.        

veja também