Líder do PR diz que existem 'focos de insatisfação' dentro do partido

Líder do PR diz que existem 'focos de insatisfação' dentro do partido

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2011 as 10:22

O líder do PR na Câmara dos Deputados, Lincoln Portela (MG), afirmou nesta segunda-feira (1º) que existem  focos de insatisfação dentro do partido com as ações que podem "não ser curados mais". O partido foi o principal atingido pelas mudanças no Ministério dos Transportes após denúncias de irregularidades. Desde o começo da crise, no começo de julho, 22 pessoas perderam o cargo, entre elas, o ex-ministro da pasta Alfredo Nascimento.

Portela e o vice-líder do governo na Câmara, Luciano Castro (PR-RR), se reuniram com a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, no Palácio do Planalto. . Ideli não se manifestou sobre o encontro com o PR.

"Há focos de insatisfação dentro do partido, que num momento desses esses focos poderão ser curados, com o tempo, ou, quem sabe, não serem curados mais", disse.

Segundo Portela, o partido reforçou para Ideli que segue integrando a base do governo, mas não escondeu a insatisfação com a forma com que o governo tratou as denúncias que envolvem o ministério.

"Não adianta queremos tapar o sol com a peneira. Há uma preocupação do governo com o PR, porque o Partido da República foi alvo de todos estes acontecimentos. É natural quer o governo tenha um cuidado com o partido", disse.

Sobre as denúncias publicadas neste final de semana envolvendo o Ministério da Agricultura, Portela disse que não conversou com Ideli, mas que espera que o governo utilize a "balança" para se manifestar sobre o caso. "As denúncias são graves. Claro que elas devem ser devidamente apuradas, isto faz parte do processo democrático brasileiro", afirmou.

Líderes

Logo depois do encontro com o PR, Ideli esteve reunida com os líderes do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) e o líder no Congresso, Mendes Ribeiro Filho para tratar sobre as prioridades do governo no Congresso no segundo semestre.

Em nota, a ministra afirmou que o governo enviará ao Congresso as medidas da Política e Desenvolvimento Produtivo (PDP). Outra prioridade é a aprovação das mudanças no Super Simples Nacional, além de agilizar a votação da Secretaria das Micro e Pequenas Empresas. Na nota Ideli também reforçou que o governo quer dar prioridade à aprovação da Lei Geral da Copa e à PEC da Desvinculação das Receitas da União e dos Marcos Civis da Internet e da Mineração.

veja também