MENU

Luciano Huck consegue a suspensão de ação judicial por cercar com boias sua casa em Angra

Huck consegue a suspensão de ação judicial

Atualizado: Quinta-feira, 9 Fevereiro de 2012 as 2:44

Em julho do ano passado, a juíza Maria de Lourdes Coutinho Tavares, da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis, decidiu multar Luciano Huckem R$ 40 mil por instalar boias no mar em frente à sua casa em Angra dos Reis, no Rio. Na época, o apresentador avisou que "não concordava com a decisão e seus advogados iriam recorrer".

Isso aconteceu e Luciano conseguiu suspender o processo judicial, até que o recurso contra a decisão seja julgado. De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a liminar foi deferida pelo desembargador Custódio Tostes, da 1ª Câmara Cível do Rio.

Desde o início da ação, o apresentador do “Caldeirão” alegou que instalou as boias para promover maricultura. Sua assessoria de imprensa afirmou nesse período que ele "frequenta há mais de 10 anos Angra dos Reis e apoia projetos de desenvolvimento da região. Luciano acredita que a maricultura é uma atividade que pode ser muito desenvolvida e tem um projeto tramitando no Ministério da Pesca e Aquicultura, Marinha e já aprovado pelo Ibama." O Ministério Público Federal, no entanto, alegava na ação que a existência do cerco não tinha autorização ambiental e que o apresentador tinha interesse pessoais, como afastar curiosos e fotógrados do local.

veja também