Lula diz que não há mais espaço na sociedade para discriminar as mulheres

Lula diz que não há mais espaço na sociedade para discriminar as mulheres

Atualizado: Quinta-feira, 2 Setembro de 2010 as 9:48

Não há mais espaço para a discriminação da mulher na sociedade, disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao participar na noite de hoje (1º) da abertura da Conferência Gênero, Desenvolvimento e Poder, em Foz do Iguaçu. Ele ressaltou também os avanços alcançados nos últimos anos pelas mulheres, como a elevação da renda do trabalho feminino. “De 2004 a 2008, as mulheres conseguiram aumento de 14,5 % em seus salários e os homens 12,4 %.”  

O presidente destacou ainda a participação de 72 empresas em programas de equidade e gênero, que empregam 138 mil mulheres. Ao mesmo tempo, criticou os homens que se aproveitam da condição masculina e chegam em casa tratando as mulheres como domésticas.

A ministra da Secretaria de Política para as Mulheres do Brasil, Nilcéa Freire, e a ministra da Secretaria da Mulher do Paraguai, Glória Rubin, também participaram da solenidade de abertura do evento.

Segundo Nilcéa, empresas brasileiras, públicas e privadas, promovem cada vez mais ações inovadoras visando à promoção da cidadania feminina. “Há uns sete anos seria impossível reunir num encontro destes o presidente da República, ministros, governadores e prefeitos [para tratar da questão de gênero ].

Nos próximos dois dias, representantes de entidades nacionais e internacionais vão discutir com cerca de mil participantes do evento assuntos relacionados às relações de trabalho, sob a perspectiva da equidade e das questões de gênero. A ideia é promover a igualdade entre homens e mulheres no interior das organizações.

O presidente Lula permanece até amanhã (2), em Foz do Iguaçu, onde cumpre agenda durante todo o dia.

veja também