Lula inaugura Unidade de Pronto Atendimento 24h em Nova Iguaçu

Lula inaugura Unidade de Pronto Atendimento 24h em Nova Iguaçu

Atualizado: Terça-feira, 31 Agosto de 2010 as 8:22

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou na tarde desta segunda-feira (30) uma Unidade de Pronto-Atendimento 24h (UPA), em Nova Iguaçu (RJ). A unidade é a oitava da Baixada Fluminense e a segunda da cidade.

“Há dois anos inauguramos a primeira UPA de Nova Iguaçu. Essa já é a oitava da Baixada Fluminense. Até o fim deste ano 500 unidades estarão funcionando ou em construção em todo o país. Se não der, vai continuar porque entendemos que a UPA, tal como está sendo feita no Rio e no Brasil, é pela primeira vez uma demonstração de respeito ao povo brasileiro”, afirmou o presidente. Ainda segundo ele, até o fim de 2013, mil unidades estarão em funcionamento no Brasil.

Além da UPA, que fica na Estrada de Adrianópolis, Lula também inaugurou um serviço de ressonância magnética móvel. A máquina é transportada por um caminhão que vai percorrer diversas regiões do estado. Até o dia 30 de setembro, a ressonância móvel ficará em Nova Iguaçu.

“Esse equipamento móvel de ressonância é o primeiro da América Latina. Vai trazer um benefício enorme pois atenderá cerca de 750 pacientes enquanto estiver aqui na Baixada”, afirmou Sérgio Cortes, secretário de Estado de Saúde e Defesa Civil, que também compareceu ao evento.

Para agendar um exame de ressonância magnética, o paciente deve entregar o pedido de um médico especialista à prefeitura municipal, que é responsável por marcar os exames. Além de serem informados sobre a data do exame, os pacientes serão lembrados 48h do dia marcado por mensagem SMS.

Elogios a Cabral

Durante o evento, Lula disse que a Baixada Fluminense nunca recebeu tanto investimento quanto na gestão do governador Sérgio Cabral (PMDB). “Quero cumprimentar o governador Sérgio Cabral. Estou terminando meu mandato, mas acho que estamos cumprindo uma coisa extraordinária. Tenho consciência de que a baixada fluminense está recebendo investimento no mandato de Sérgio e no meu que nunca recebeu”, disse.

O governador do Rio de Janeiro foi representado no lançamento da UPA pela esposa, Adriana Cabral.

Inauguração de projeto de turismo

O presidente esteve durante a manhã no morro Dona Marta, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, onde lançou o projeto-piloto Rio Top Tour, resultado de um convênio assinado entre o Ministério do Turismo e a Secretaria de Estado de Turismo e Lazer.

Durante o evento,to, Lula disse que a polícia precisa aprender a conviver com as comunidades, em vez de subir o morro de vez em quando para 'dar tiros'. Ele elogiou o governo do Rio e o fato de o morro Dona Marta "não ter mais violência".

"Polícia tem que vir e aprender a conviver com a comunidade. Não é para subir dar uns tiros e ir embora. O que o governo do Rio de Janeiro está fazendo é fazer com que a polícia conviva com a comunidade", disse.

Ao chegar à comunidade, o presidente visitou a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), a primeira do Rio, no alto do morro Dona Marta. Em seguida, ele desceu de teleférico até a quadra da escola de samba da comunidade, onde fez o lançamento do projeto. Lula chegou acompanhado do ministro do Turismo, Luiz Barretto, e do prefeito do Rio,  Eduardo Paes (PMDB).

A ideia do projeto, segundo informações do Ministério do Turismo, é aproveitar o potencial turístico do local através da inclusão dos próprios moradores. O investimento na primeira fase do projeto será de R$ 230 mil, sendo R$184 mil do ministério e o restante do governo do estado.

O programa prevê a instalação de sinalização turística bilíngue e a divulgação turística da comunidade. Moradores foram treinados e capacitados para trabalhar guias na favela que já recebeu celebridades americanas como o cantor Michael Jackson e a cantora Beyoncé. Uma série de eventos culturais estão programados para acontecer a partir de outubro, no morro Dona Marta, como festival de jazz, desfiles de moda e festival de funk e grafite.

Também está previsto um programa de microcrédito para os membros da comunidade. Segundo Lula, os recursos para financiamento vão estimular os moradores a abrirem negócios próprios. O ministro do Turismo afirmou que quer voltar ao morro para comer "pastel e tomar chope". Já o pesidente disse que pastel é "coisa de paulista" e afirmou esperar comer "feijoada" na comunidade.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também