Lula tenta persuadir líderes para cúpula em Copenhague

Lula tenta persuadir líderes para cúpula em Copenhague

Atualizado: Sexta-feira, 6 Novembro de 2009 as 12

O presidente Luiz Inácio Lula de Silva vai pedir aos líderes mundiais para que vão à cúpula em Copenhague sobre mudança climática, a fim de superar a estagnação nas negociações.

Lula fez estas afirmações em entrevista ao jornal "Financial Times" nesta sexta-feira, 6, na qual disse que falará com Obama na próxima semana para que viaje a Copenhague de 16 a 17 de dezembro, últimos dias da cúpula, a fim de evitar o fracasso da reunião.

Lula e o primeiro-ministro britânico Gordon Brown, em encontro que ocorreu na quarta; brasileiro diz que vai falar com líderes mundiais

"Talvez não cheguemos a um acordo devido à deficiência da liderança global. As discussões foram encarregadas aos assessores, mas é melhor que os que digam sim ou não sejam os primeiros-ministros e os presidentes", disse.

Lula mencionou o presidente da China, Hu Jintao, e o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, como participantes importantes --e, como informou a Folha ontem, acrescentou que ele próprio comparecerá se outros líderes fizerem o mesmo.

O presidente também pediu aos países mais ricos que comprometam mais recursos para ajudar as nações mais pobres a reduzir as emissões poluentes.

O jornal especifica que este pedido, vindo do presidente de um país que cresceu muito nos últimos anos, representa uma pressão sobre outros líderes mundiais para que vão a Copenhague.

O representante americano em matéria de mudança climática, Todd Stern, disse que Obama assistirá à cúpula se houver a possibilidade de um acordo.

Na última reunião formal antes da cúpula em Copenhague, realizada em Barcelona (Espanha), a ONU e os países desenvolvidos colocaram ontem a perspectiva de que as negociações continuarão até o final de 2010.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também