MENU

Mãe diz à polícia que filha foi agredida por aluna do Santo Agostinho

Mãe diz à polícia que filha foi agredida por aluna do Santo Agostinho

Atualizado: Sexta-feira, 1 Julho de 2011 as 2:09

Uma advogada registrou queixa na 14ª DP (Leblon), na Zona Sul do Rio, na quarta-feira (22), denunciando a agressão sofrida por sua filha de 12 anos, aluna do tradicional Colégio Santo Agostinho, naquele bairro, por parte de uma colega de 15 anos, segundo informou o delegado  assistente Vilson de Almeida. Ele espera ouvir o depoimento dos pais da suposta agressora na próxima semana.

O G1 entrou em contato com o Colégio Santo Agostinho nesta sexta-feira (1º), mas até a publicação desta reportagem não obteve retorno.

Segundo o delegado, a advogada disse à polícia que a filha vinha sofrendo agressões seguidas por parte de colegas, sem que a direção do colégio tomasse qualquer providência. A gota d´água teria sido a agressão sofrida pela menina no dia 22 de junho, segundo contou a advogada na delegacia, quando a filha foi atacada pela garota mais velha, na rua em frente ao colégio. A vítima teve o rosto machucado por unhadas, além de ter a blusa rasgada e os óculos quebrados.

Outro caso

Em maio, os pais de um menino de 6 anos, então aluno do Colégio São Bento, no Centro do Rio, registraram queixa na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), acusando um aluno do colégio, de 14 anos, de agredir o filho deles no pátio da escola.

Segundo os pais, o menino contou que levou três rasteiras do aluno de 14 anos, caiu e bateu com a cabeça no chão. Ainda segundo depoimento dos pais na delegacia, o menino teve que ser levado a um hospital para ter o corte suturado. O São Bento divulgou uma nota oficial afirmando que considerava o episódio "uma brincadeira inconsequente, sem intenção de agredir ou machucar, mas que, no entanto, acabou mal, logo, considerada uma falta grave".          

veja também