MENU

Mãe diz que garota pediu para não morrer ao receber vaselina na veia

Mãe diz que garota pediu para não morrer ao receber vaselina na veia

Atualizado: Terça-feira, 7 Dezembro de 2010 as 4:47

A mãe da garota que morreu após receber uma dose de vaselina na veia afirmou nesta terça-feira (7) que sua filha começou a sofrer assim que a substância entrou em sua corrente sanguínea. “Logo que foi injetado o terceiro soro, ela falou: a minha boca está formigando. Mãe, não deixa eu morrer”, afirmou a dona de casa Roseane Mércia dos Santos Teixeira, de 38 anos, em entrevista organizada em sua casa, no Jardim Corisco, na Zona Norte.

Stéphanie dos Santos Teixeira, de 12 anos, havia sido internada com diarreia e vômito na sexta-feira (3). Ela morreu na madrugada do dia seguinte, após uma auxiliar de enfermagem do hospital São Luiz Gonzaga, também na Zona Norte, cometer um erro e ministrar, em vez de soro, vaselina.

Rapidamente, a menina começou a se contorcer e a equipe de enfermagem foi chamada. “Tinha uns cinco médicos ao redor dela”, declarou. Roseane, que continua sob medicação, esteve no 73o DP, no Jaçanã, na segunda-feira (6), para tentar identificar por meio de fotos a pessoa que aplicou o soro. “Não reconheci. Não sei se estava muito nervosa ou se as fotos eram muito pequenas”, afirmou. Ela acrescentou que é capaz de reconhecer a mulher se a vir.    

veja também