MENU

Mãe que se acorrentou em escola por vaga para filho ganha auxílio

Mãe que se acorrentou em escola por vaga para filho ganha auxílio

Atualizado: Sexta-feira, 25 Fevereiro de 2011 as 4:54

A mãe que se acorrentou a um banco para conseguir uma vaga para o filho em uma escola em São José dos Campos, a 97 km de São Paulo, no Vale do Paraíba, conseguiu na manhã desta sexta-feira (25) um auxílio da prefeitura do município. Em reunião com o secretário da educação, a doméstica Raquel de Almeida, de 33 anos, concordou em participar de um programa municipal de qualificação. Além de estudar e trabalhar, ela receberá R$ 560 de auxílio. Ela frequentou a escola até a quarta série do ensino fundamental.

Na quinta-feira, a doméstica se acorrentou porque, segundo ela, estava desesperada. “Faz quatro anos que tento colocar ele na escola. Tentei matricular nesse tempo todo e nada”, afirmou. A instituição onde ela quer que o menino de 11 anos estude fica perto de sua casa, no bairro Interlagos.     Além de ajudar nas despesas de casa, o dinheiro ganho por Raquel será usado para pagar uma van para levar a criança até o colégio onde estuda atualmente, a cerca de 6 km de onde mora.

Segundo o secretário municipal de educação, Alberto Marques Filho, o programa municipal de qualificação irá beneficial a mulher. “Essa atitude de desespero que ela teve ontem [quinta] acabou sendo positivo para a gente aumentar o nível de informação dela", afirmou.

Apesar do auxílio, Raquel afirma que não irá desistir da vaga. Neste ano, seu filho ficou em 32° lugar na lista de espera por uma transferência para a Escola Municipal Ruth Nunes. Desde o início do ano, vários alunos foram chamados, mas ainda são 12 na frente dele. “Acho impossível neste ano a vaga. Mas quem sabe no ano que vem?”    

veja também