MENU

Mãe reencontra bebê sequestrado em São Gonçalo, no Rio

Mãe reencontra bebê sequestrado em São Gonçalo, no Rio

Atualizado: Segunda-feira, 5 Dezembro de 2011 as 1:46

Após cinco dias de sofrimento, mãe reecontra filho (Foto: Thamine Leta / G1) Cinco dias após o sequestro do seu filho, Pedro Henrique, que tinha menos um mês de vida, Jéssica da Silva reencontrou o bebê na tarde desta segunda-feira (5). "Estou aliviada, muito, muito feliz. Eu tinha certeza que ia reencontrar meu filho", disse ela.

O bebê de 12 dias que foi sequestrado na semana passada em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, foi encontrado na manhã desta segunda-feira, em Itaboraí, na mesma região. De acordo com a Polícia Militar, a criança foi localizada na casa da suposta sequestradora, no bairro Marambaia. A mulher foi presa.

Os policiais civis chegaram ao local após receberem informações do Disque-Denúncia (2253-1177). Segundo a PM, a presa foi levada para a 71ª DP (Itaboraí).

Suspeita será ouvida

Na 71ª DP, o delegado-titular Wellington Pereira Vieira ouviu o depoimento da suspeita até o início da tarde desta segunda. Ela negou que tenha agredido a tia do menino pouco antes de levar Pedro Henrique.

"Eu não roubei a criança. Eu não bati nela (referindo-se a tia da criança), ela me disse para eu pegar o menino porque não tinham condição de criar. Eu ia devolver ele", disse.

A suspeita disse ainda que fingia estar grávida pois o marido desejava muito um filho.

"Eu estava fingindo para meu marido que estava grávida porque eu perdi um filho há quatro meses e ele queria muito o filho que perdi", contou.

De acordo com o delegado, apesar da versão contada pela suspeita de que teria levado Pedro Henrique com o consentimento da tia, a polícia acredita que houve sequestro.

"Pelos depoimentos, a versão mais verossímil é que houve um sequestro. E hoje ela (sequestradora) foi presa em flagrante. Temos algumas versões contraditórias, mas tudo leva a crer que ela sequestrou", disse.

O delegado vai ouvir também a mãe do menino. Segundo Wellington Vieira, a suspeita simulava uma gravidez e teria mentido para seu companheiro, que negou ter conhecimento do sequestro. Ele está sendo ouvido pela polícia na tarde desta segunda.

Pedro Henrique foi encaminhado ao hospital, mas não apresentava nenhuma lesão e passa bem. Logo após o reencontro com o filho, Jéssica disse que é capaz de perdoar a mulher que levou Pedro Henrique.

"Eu posso perdoar. Só queria reencontrar meu filho. Estou muito feliz", disse.

Segundo o delegado, a mãe da criança terá que passar por um teste de DNA para comprovar a maternidade.

Já de acordo com o delegado Jorge Veloso, da 74ª DP (Alcântara), que investigava o desaparecimento do bebê, a criança estava no colo da tia quando teria sido sequestrada por uma mulher.

"A tia do bebê saiu com a criança de um posto de vacinação e entrou num ônibus. Assim que ela desceu do coletivo, no Centro de São Gonçalo, uma mulher a abordou, deu um soco em seu rosto e fugiu com o bebê", explicou o delegado na ocasião do sumiço.

Imagens e retrato falado

No dia 1º de novembro, a Polícia Civil chegou a divulgar imagens do circuito interno das câmeras de segurança de um ônibus , onde estaria a mulher suspeita de sequestrar o recém-nascido. Nas imagens, a  suposta autora do sequestro aparece vestida de camiseta branca com vestido preto por cima e segurando uma bolsa com os pertences do bebê. Já a tia da criança aparece logo atrás da suspeita, segurando o menino no colo.

Um dia depois, a polícia divulgou o retrato falado da suspeita e pediu que quem tivesse informações sobre o paradeiro do bebê entrasse em contato com o Disque-Denúncia, no telefone 2253-1177.      

veja também