MENU

Magno Malta assinala avanços na lei de combate à pedofilia nos EUA adaptáveis à realidade brasileira

Magno Malta assinala avanços na lei de combate à pedofilia nos EUA adaptáveis à realidade brasileira

Atualizado: Quinta-feira, 9 Abril de 2009 as 12

Na reta final da visita da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia aos Estados Unidos, o presidente do colegiado, senador Magno Malta (PR-ES), fez um balanço positivo dos contatos mantidos com as entidades que atuam no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes naquele país. Das visitas feitas nos últimos três dias - ele está lá desde o final de março -, Magno Malta destacou os contatos com os integrantes do Parlamento e os avanços legislativos obtidos, que podem ser "adaptados à realidade brasileira".

O senador mencionou com interesse, em contato telefônico com a Agência Senado, a atuação do que chamou de "polícia encoberta", com agentes infiltrados nos sites de relacionamento e salas de bate-papo para verificar a atuação dos pedófilos em um dos seus "redutos".

"Essa é uma técnica que queremos importar para o Brasil", disse.

O parlamentar também mencionou a visita ao Federal Bureau of Investigation (FBI), onde pode conhecer técnicas de combate ao crime e como operam taticamente, inclusive na preparação dos agentes. Segundo ele, a jornada de visitas foi "cansativa, mas compensadora".

Magno Malta está nos Estados Unidos, juntamente com uma comitiva de juízes, promotores e policiais federais, para conhecer entidades públicas e privadas envolvidas no combate à pedofilia. O retorno está programado para a noite desta terça-feira. As atividades da CPI no Brasil serão retomadas na próxima semana, com atividades em Catanduva (SP) e Manaus (AM).

veja também