MENU

Mais uma madrugada violenta.

Mais uma madrugada violenta.

Atualizado: Terça-feira, 6 Novembro de 2012 as 7:49

 

Cinco pessoas morreram durante tiroteiros na madrugada desta terça-feira (6) na Vila Brasilândia, na zona norte da capital paulista. As mortes acontecem dois dias depois do assassinato de uma policial militar na localidade.
 
De acordo com policiais da 3ª companhia do 18º Batalhão da Polícia Militar, quatro pessoas foram baleadas em um tiroteiro no bairro, três morreram. Em outra troca de tiros, três pessoas foram atingidas por disparos, duas não resistiram aos ferimentos. A PM não informou detalhes sobre os dois casos.
 
As mortes aconteceram dois dias depois que a policial militar Marta Umbelina da Silva, 44, foi assassinada na Vila Brasilândia.
 
O crime aconteceu na rua Doutor Roberto Zwicker na noite do último sábado (3). De acordo com a polícia, ela estava de folga e chegava em casa com a filha de 11 anos quando foi baleada. Com ela, já são pelo menos 90 os PMs assassinados este ano em São Paulo.
 
Ataques a ônibus
Quatro ônibus foram alvos de ataques na Vila Brasilândia nesta segunda-feira (5). Segundo a PM, por volta das 20h, um ônibus foi incendiado na rua Deputado Cantídio Sampaio. A Polícia Militar não soube informar detalhes sobre o que aconteceu. Não há informações sobre feridos.
 
Mais cedo, por volta das 13h, dois ônibus foram apedrejados na mesma avenida durante protesto contra a morte de um adolescente de 16 anos, que foi atropelado. As informações são da rádio "CBN".
 
Ainda segundo a rádio, um outro ônibus foi danificado depois que um grupo de cerca de 30 pessoas com paus e pedras obrigaram motorista, cobrador e passageiros a descerem do veículo.
 
A reportagem da "CBN" informa que uma pessoa assumiu a direção do ônibus e acabou atropelando e matando um idoso de 60 anos, batendo em um poste e atingindo duas casas.
 

veja também