MENU

Mais uma vítima do atirador de Realengo tem alta no RJ, diz secretaria

Mais uma vítima do atirador de Realengo tem alta no RJ, diz secretaria

Atualizado: Quarta-feira, 13 Abril de 2011 as 1:12

Um dos seis estudantes internados após o ataque à Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, recebeu alta, na manhã desta quarta-feira (13). Ele estava internado no Hospital Universitário Pedro Ernesto, na Zona Norte. Os outros cinco alunos permanecem internados. As informações são do último boletim da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil (Sesdec).

O crime aconteceu na quinta-feira (7). Por volta das 8h30, Wellington Menezes de Oliveira entrou na escola e atirou em salas de aula lotadas e matou 12 crianças. O atirador foi atingido por um policial e se suicidou.

De acordo com a Secretaria de Saúde, dois alunos estão internados no Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Um de 13 anos permanece no CTI pediátrico em estado grave, sedado e respirando com o auxílio de aparelhos no pós-operatório da neurocirurgia. A outra menina também da mesma idade, está estável, mas também continua no CTI pediátrico.

No Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, dois alunos continuam internados no CTI pediátrico. Um deles, de 14 anos, está lúcido e respira sem ajuda de aparelhos. Seu quadro de saúde é considerado regular. O outro estudante, de 12, continua evoluindo bem.     No Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, na Região Metropolitana, o estudante de 14 anos passa bem, está lúcido e orientado, mas permanece no CTI pediártrico.     Quatro alunos tiveram alta

Na segunda-feira (11), quatro dos dez pacientes, que estavam internados após ataque à escola, deixaram as unidades de saúde.

Segundo a Sesdec, receberam alta o menino baleado no braço e a menina baleada nas mãos, que estavam no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into); o aluno de 14 anos, baleado na cabeça, na mão e na clavícula, que estava no Hospital Central da Polícia Militar; e um jovem de 13 anos, que teve fratura de antebraço e estava no Albert Schweitzer.      

veja também