MENU

Maluf pede que TSE libere seu registro depois de absolvição na Justiça paulista

Maluf pede que TSE libere seu registro depois de absolvição na Justiça paulista

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 10:24

Os advogados de Paulo Maluf (PP-SP), que foi absolvido ontem da acusação de compra superfaturada de frangos, entraram hoje (14) com um pedido para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) libere seu registro de candidatura. O candidato foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa pela Justiça Eleitoral de São Paulo.  

Maluf também pediu que o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) faça a recontagem de votos, o proclame eleito e o diplome como deputado na sexta-feira (17). O responsável por analisar o pedido é o ministro Marco Aurélio Mello, relator do recurso de Maluf no TSE.

Maluf recebeu 497,2 mil votos para deputado federal no estado, mas seus votos foram anulados porque ele concorreu com o registro negado. A última decisão do TSE sobre o caso é que o tribunal deveria analisar o registro do candidato, ao contrário do que defendia o relator que alegou que Maluf entrou com recurso contra decisão do TRE-SP fora do prazo.

Por: Débora Zampier

veja também