MENU

Manifestantes fazem passeata contra a violência em Camaçari, na Bahia

Manifestantes fazem passeata contra a violência em Camaçari, na Bahia

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 3:54

Passeata pela paz em Camaçari (Foto: Everaldo Lins/ Arquivo Pessoal)

  Familiares de vítimas da violência em Camaçari, na região metropolitana de Salvador, e integrantes do Sindicato dos Metalúrgicos da cidade, fizeram uma passeata na manhã desta sexta-feira (20), nas ruas do centro do munícipio. O trânsito ficou lento no local.

De acordo com um representante do sindicato, o movimento é para discutir a violência em Camaçari e para criar um comitê popular contra a violência e pela paz na região. Os membros do movimento começaram a passeata por volta das 9h e percorreram as ruas desde a Praça Montenegro até chegar à 18ª Delegacia (Camaçari), por volta das 13h20.

Segundo um dos participantes da passeata, os familiares de um funcionário de uma montadora, que fica no pólo industrial de Camaçari, assassinado no início de maio de 2011 em um ponto de ônibus do município, também participaram do movimento. Eles pedem esclarecimentos sobre o caso.

Movimento quer discutir violência na cidade (Foto: Everaldo Lins/ Arquivo Pessoal)

  Segundo a polícia, Adenilton Estrela Bispo, de 37 anos, estava indo para o trabalho quando foi atingido por tiros por dois homens que passaram em uma moto. De acordo com colegas da vítima, ele era casado e deixou três filhos.

O delegado Nilton Borba, titular da 18ª Delegacia, vai receber a comissão formada por integrantes da passeata às 15h desta sexta-feira (20), segundo participantes do movimento.        

veja também