MENU

Máquinas da gráfica da Assembleia do PR são doadas para penitenciária

Máquinas da gráfica da Assembleia do PR são doadas para penitenciária

Atualizado: Terça-feira, 29 Março de 2011 as 8:49

A Secretaria da Justiça e da Cidadania do Paraná (Seju) recebeu, nesta segunda-feira (28), oito equipamentos da gráfica da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), que foi fechada no início deste ano. As máquinas serão utilizadas para qualificação profissional dos presos da penitenciária de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, e para impressão de livros didáticos e materiais educativos sobre direitos humanos.

O anúncio do fechamento da gráfica da Alep foi feito pelo presidente da Casa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), no dia da posse da atual mesa executiva da Assembleia. Segundo deputado, a medida visou acabar com a emissão dos documentos secretos, que continham atos ilegais dos parlamentares como contratação irregular de funcionários e desvio de dinheiro público.

Em março de 2010, a RPCTV e o jornal "Gazeta do Povo" fizeram uma série de reportagens chamadas de "Diários Secretos" mostrando a rede de corrupção e contratação de funcionários fantasmas e laranjas por meio da manipulação de diários oficiais da Assembleia Legislativa. As reportagens deram origem à investigação do Ministério Público que revelou o desvio de pelo menos R$ 100 milhões. Com o fechamento da gráfica os documentos da Assembleia passaram a ser impressos na Imprensa Oficial do Governo do Paraná.

Ao todo a penitenciária de Piraquara recebeu três impressoras, duas picotadeiras, duas dobradeiras e uma guilhotina que devem chegar ao local nos próximos dias. Além das máquinas, o termo de cessão assinado na segunda-feira também ofereceu a Secretaria de Justiça e Cidadania 45 servidores efetivos que estão sem função na Assembleia. Eles poderão, segundo o governo estadual, trabalhar em diferentes setores da Seju, sem perder os direitos de funcionários da Alep.      

veja também