MENU

Marcos Valério é acusado de fraude por vender terreno bloqueado

Marcos Valério é acusado de fraude por vender terreno bloqueado

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 8:22

O empresário Marcos Valério e sua mulher, Renilda Santiago Fernandes de Souza, foram denunciados por fraude processual pelo Ministério Público Federal em Minas Gerais.

Eles são acusados de venderem um terreno bloqueado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Marcos Valério é um dos réus do mensalão em tramitação no STF.

De acordo com a Procuradoria, o bloqueio dos bens do empresário foi autorizado pelo tribunal em novembro de 2005.

Entre os bens estavam um lote no bairro Retiro do Chalé, em Brumadinho (Grande Belo Horizonte).

O Ministério Público Federal afirma que Marcos Valério e Renilda venderam em 2007 o terreno para a mãe dele, Aidê Fernandes de Souza, no valor de R$ 10.000. Três meses depois, o lote foi revendido por R$ 54 mil, sendo negociado outras duas vezes.

A mãe do empresário não foi denunciada por ter mais de 70 anos, o que torna o crime prescrito.

"Houve simulação de compra e venda para frustrar a decisão que determinou o arresto dos bens, induzindo a erro o juiz", diz o Ministério Público.

Esta é a nona denúncia contra Marcos Valério.

O advogado do empresário, Marcelo Leonardo, afirma que a defesa não tem conhecimento da denúncia e não pode e manifestar sobre ela

"Ele e a esposa não foram intimados pelo STF de decisão de bloqueio ou indisponibilidade de bens e, não tendo sido intimados, não podem ser acusados de fraude processual", afirmou o advogado.

veja também