MENU

Marina critica alteração em projeto e diz que PV não aceitará "ficha suja" na eleição

Marina critica alteração em projeto e diz que PV não aceitará "ficha suja" na eleição

Atualizado: Sexta-feira, 21 Maio de 2010 as 2:21

Em sua primeira visita a Salvador (BA) como pré-candidata à Presidência, a senadora Marina Silva (PV) disse que seu partido não permitirá, já nas eleições de outubro deste ano, a candidatura de pessoas que já tenham sido condenados em segunda instância na Justiça.

Anteontem, o Senado aprovou o ''ficha limpa'', um projeto de lei que barra as candidatura de políticos que tiveram condenações na Justiça dadas por um colegiado. Pelo texto aprovado, a medida passa a valer apenas para condenações futuras.

A pré-candidata criticou a alteração do projeto feita pelo Senado. ''Essa mudança [alteração no texto] foi um verdadeiro gatilho para a incoerência do projeto. Tanto é que as próprias pessoas que participaram do movimento pela aprovação não tinham conhecimento dessa mudança'', afirmou Marina, em entrevista coletiva no hotel Othon, em Salvador.

Em relação ao Partido Livre - dissidência do PV que irá apoiar a pré-candidatura de Dilma Rousseff (PT) nas eleições presidenciais -, Marina disse não temer o esvaziamento da legenda. Ela diz não guardar mágoas das pessoas que deixaram o partido e compara a situação com sua própria saída do PT. ''Faz parte da democracia'', disse ela.

No sábado, Marina participa do lançamento das candidaturas de Luiz Bassuma ao governo do Sstado e de Edson Duarte ao Senado, ambos do PV-BA.

Por Cíntia Kelly

veja também